NFT é eleita palavra do ano pelo dicionário Collins; veja top 10


SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ano de 2021 foi marcado por termos pandêmicos e palavras criadas no universo das redes sociais, como cringe, equivalente à vergonha alheia, e cheugy, que se refere a alguém que tenta se encaixar de maneira forçada. No entanto, NFT foi escolhida pelo Dicionário Collins como palavra do ano.

A abreviação da expressão "token não fungível" teve um grande aumento de uso no ano passado, segundo o dicionário, quando milhões foram movimentados através das vendas de criptoarte, tendo um aumento de 11 mil por cento.

O dicionário define NFT como "um certificado digital exclusivo, registrado em um blockchain, que é usado para registrar a propriedade de um ativo, como uma obra de arte ou um colecionável". Em 2021, memes como "A menina do desastre" e o vídeo viral "Leave Britney Alone", e obras de arte da cantora Grimes foram vendidos desta forma.

Segundo o jornal The Gardian, os lexicógrafos do dicionário escolheram NFT, dentre as 4,5 bilhões de palavras que concorriam a palavra do ano, porque ela demonstra uma "colisão tecnicolor única de arte, tecnologia e comércio que quebrou o ruído Covid".

Atualmente, o NFT mais valioso é uma colagem do artista digital Beeple, vendida por cerca de R$ 315 milhões, em março deste ano. Qualquer criação digital pode se tornar um NFT, com o termo se referindo a um certificado de propriedade, registrado em um blockchain ou livro-razão digital de transações.

"É incomum para uma abreviatura experimentar um aumento meteórico no uso, mas os dados que temos do Collins Corpus refletem a notável ascensão do NFT em 2021", disse Alex Beecroft, o diretor administrativo da Collins Learning, em conversa com o jornal The Guardian. O Dicionário escolheu "lockdown" como palavra do ano em 2020 e "greve climática" em 2019.

*

1. NFT (substantivo)

Token não fungível: um certificado digital exclusivo, registrado em um blockchain, que é usado para registrar a propriedade de um ativo, como uma obra de arte ou um colecionável. Um ativo cuja propriedade é registrada por meio de um token não fungível: o artista vendeu a obra como um NFT;

2. Cheugy (adjetivo)

Algo que não é mais considerado descolado ou moderno. Gíria para algo ou alguém que não é mais considerado descolado ou moderno;

3. Ansiedade Climática (substantivo)

Um estado de angústia causado pela preocupação com as mudanças climáticas.

4. Cripto (substantivo)

Abreviação de criptomoeda: um meio digital descentralizado de troca que é criado, regulamentado e trocado usando criptografia e (geralmente) software de código aberto e normalmente usado para compras online

5. Double-vaxxed (adjetivo)

Alguém que recebeu as duas doses da vacina contra uma doença.

6. Trabalho híbrido (substantivo)

A prática de alternar entre diferentes ambientes de trabalho, como em casa e no escritório

7. Metaverso (substantivo)

Uma versão proposta da internet que incorpora ambientes virtuais tridimensionais

8. Neopronome (substantivo)

Pronome cunhado recentemente, especialmente projetado para evitar distinções de gênero

9. Pingdêmico (substantivo)

Notificação em grande escala de membros do público por um aplicativo de celular

10. Regencycore (substantivo)

Um estilo de vestido inspirado nas roupas usadas na alta sociedade durante o período da Regência (1811–20). Também chamado de Regency chic

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo