|
  • Bitcoin 122.691
  • Dólar 5,0972
  • Euro 5,1732
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 27/02/2022, 19:37

MWC volta a ser grande evento presencial para discutir futuro digital

PUBLICAÇÃO
domingo, 27 de fevereiro de 2022

RAPHAEL HERNANDES
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Após um hiato no primeiro ano de pandemia, e uma versão reduzida no ano passado, o MWC (Mobile World Congress) volta a Barcelona entre 28 de fevereiro e 3 de março.

Trata-se de um dos maiores e mais importantes eventos de tecnologia do mundo, focado no setor de telecomunicações.

O evento obrigará uso de máscaras e outras medidas de segurança num momento em que os casos de Covid na Catalunha (região espanhola onde fica Barcelona) estão em baixa, após salto causado pela variante ômicron. Segundo a agência de notícias Reuters, são esperados cerca de 50 mil participantes presenciais.

O evento acontece desde 1987 e, em sua última edição antes da pandemia (2019), reuniu 109 mil pessoas, de acordo a organização. Após a desistência de grandes empresas, como Amazon, Sony e LG, foi cancelado em 2020.

Em 2021, a GSMA, entidade que congrega as teles e organiza o MWC, optou por fazer versões menores do evento em um modelo híbrido, online e presencial. Em Barcelona, cerca de 20 mil pessoas participaram, diz a organizadora.

Segundo a GSMA, a expectativa para este ano é que 85% dos espaços da exposição estejam ocupados e que pessoas de 150 países compareçam.

A escala pode ser comparada à CES, feira de tecnologia voltada a produtos ao consumidor, realizada em dezembro em Las Vegas (EUA). O evento recebeu 40 mil pessoas.

Nem as autoridades locais, nem a organização da feira, no entanto, divulgaram números que permitam analisar o impacto do evento presencial na disseminação de Covid. Segundo a agência Reuters, 70 pessoas da Coreia do Sul que participaram da CES tiveram diagnóstico positivo na sequência.

Procurada pela reportagem para explicar sobre o que esperava dos impactos sanitários do evento, a GSMA não respondeu.

Como medida de segurança, os participantes deverão apresentar certificado de vacinação ou recuperação da Covid, ou então testes feitos até 72h antes do acesso ao evento. Além disso, todos deverão usar máscara PFF2 no local.

Os participantes terão direito a um seguro que cobrirá eventuais despesas relacionadas a uma infecção, como pagamento de hotel para isolamento e gastos médicos.

DISCUSSÕES

Nesta edição, o principal tema em discussão durante o MWC será o metaverso.

A palavra entrou na moda nas discussões de tec no ano passado e está na boca de todas as grandes empresas do setor, em boa parte puxadas pelo Facebook (que agora se chama "Meta" em alusão ao metaverso).

Trata-se de uma nova forma de consumir conteúdo digital e interagir com a internet. Em vez de olhar para uma tela, as coisas passam também a serem vistas por realidade virtual e realidade aumentada -criando uma espécie de universo virtual.

Um pouco dessas ideias já existem, mas a indústria está com todas as apostas voltadas ao crescimento desse tipo de tecnologia.

Como não poderia ser diferente em um evento de telefonia, o 5G será um dos principais temas. Discussões sobre o seu sucessor, 6G, começam a dar as caras.

A quinta geração de conexões de redes móveis tem também proximidade com a temática de metaverso: por suas velocidades mais altas e por seu maior número de dispositivos conectados simultaneamente passará a infraestrutura necessária para tornar as visões das empresas de tecnologia em realidade.