|
  • Bitcoin 142.460
  • Dólar 4,8212
  • Euro 5,1378
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 25/02/2022, 15:01

Modelo relata homofobia em restaurante tradicional no Rio

PUBLICAÇÃO
sexta-feira, 25 de fevereiro de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O ator e modelo Pedro Guttman relatou ter sofrido homofobia no tradicional restaurante Alessandro & Frederico, em Ipanema, no Rio de Janeiro. O dono do estabelecimento, Fabrizio Giuliodori, teria chamado o rapaz de "gazela".

Em entrevista à reportagem, Pedro contou que comemorava o aniversário com a mãe e o marido, Nicholas Oliveira, na quarta-feira. A família pediu um espumante e camarões empanados. No entanto, segundo o modelo, o espumante estava quente e os camarões com cheiro de podre.

Eles pediram a troca da bebida, mas, insatisfeitos com a comida, decidiram ir embora do restaurante. Pedro pediu para falar com o gerente para fazer uma reclamação formal sobre o que lhe foi servido.

Fabrizio veio e não teria reagido bem às reclamações, alegando que outros clientes não haviam reclamado. Em resposta, o dono do local teria apenas dito para Pedro e sua família irem embora.

Iniciou-se, então, uma discussão: o empresário queria que Pedro pagasse a conta, mas o modelo não havia consumido nada. Nesse momento, Fabrizio teria começado as ofensas. "Aí ele falou 'então vaza daqui, gazelinha. Sai, gazelinha'", contou Pedro a Splash. O dono do local teria seguido com os xingamentos aos gritos e alguns clientes ainda teriam o apoiado.

"Eu fiquei muito constrangido, humilhado. Eu escolhi aquele lugar para comemorar meu aniversário, tinha duas horas apenas para estar com a minha mãe e com o meu marido porque eu não teria folga aquele dia. E a minha mãe presenciando tudo. O que ela mais tem medo, por ter um filho homossexual, é de que eu possa ser agredido."

Com a situação, a mãe de Pedro foi para o hospital, onde teve de ser medicada.

O modelo chamou a polícia, mas Fabrizio teria dito que o único problema foi que eles não quiseram pagar a conta. Pedro registrou boletim de ocorrência na 14ª Delegacia de Polícia do Rio, no Leblon, e está sendo acompanhando por uma advogada criminalista. "Agora é esperar para que a justiça seja feita", diz o modelo.

Com a exposição do caso nas redes sociais, ele diz ter recebido relatos de outras pessoas que já passaram por situações parecidas com o dono do restaurante.

Além disso, muitas pessoas deixaram comentários negativos nas redes sociais do Alessandro & Frederico.

Splash entrou em contato com o Alessandro & Frederico e aguarda posicionamento. O texto será atualizado assim que houver uma resposta.