|
  • Bitcoin 108.790
  • Dólar 5,2558
  • Euro 5,5312
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 01/03/2022, 20:45

Mercado de destilados reage a boicote contra vodca russa

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 01 de março de 2022

JOANA CUNHA
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Depois de uma série de chamados para boicotes às vodcas russas nos Estados Unidos, a entidade que representa o setor de bebidas destiladas no país divulgou uma manifestação sobre a origem dos produtos.

Segundo a Discus (Distilled Spirits Council), menos de 2% da vodca consumida nos EUA vem da Rússia. Marcas como Smirnoff, Ciroc, Absolut, Svedka, Grey Goose e SKYY são produzidas em endereços no Reino Unido, na Suécia, na França e nos EUA.

Em protesto à invasão da Ucrânia pela Rússia, consumidores pelo mundo despejaram suas bebidas, e governantes locais pediram que os comerciantes recolham os produtos.

Os governadores de estados americanos como Texas, Ohio e New Hampshire determinaram que os varejistas removam as bebidas destiladas russas de suas prateleiras, em sinal de apoio à Ucrânia.

O governador de Utah, Spencer Cox, anunciou que o estado não apoiará empresas russas.

No Canadá, Ontário tomou uma decisão semelhante, removendo de suas lojas todos os produtos fabricados na Rússia.

Não é a primeira vez que as vodcas russas sofrem as consequências de decisões do Kremlin. Outro boicote já ocorreu em 2013, quando o governo russo proibiu uma propaganda gay. Na época, bares paulistas também aderiram.