|
  • Bitcoin 144.436
  • Dólar 4,8801
  • Euro 5,1549
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 17/03/2022, 08:48

MBL deixa Podemos, mas diz manter apoio a Moro

PUBLICAÇÃO
quinta-feira, 17 de março de 2022

FÁBIO ZANINI
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Movimento Brasil Livre (MBL) diz que está determinado a continuar apoiando Sergio Moro (Podemos) mesmo após ter decidido deixar o Podemos.

"Ainda não decidimos qual será o nosso novo partido, mas nossa certeza é que seguiremos apoiando a candidatura do Moro", afirma Renan Santos, líder do MBL.

As lideranças do movimento se aborreceram com a postura da sigla no caso Arthur do Val, pois acharam que membros do partido agravaram a reação pública negativa. Eles também divergiam da cúpula do Podemos em relação à escolha de um novo candidato para disputar o Governo de São Paulo.

Eles vinham defendendo o nome do vereador Rubinho Nunes (Podemos), ao passo que dirigentes do partido afirmam que o acordo com o MBL não envolvia a escolha de qualquer nome para a disputa, apenas o de Do Val.

Os membros do MBL então passaram a debater a possibilidade de deixar o Podemos. A saída foi definida nesta quarta-feira (16), como mostrou o site O Antagonista.

Eles estão conversando atualmente com o União Brasil, que pode se tornar o novo partido dos membros do grupo. Eles também estão negociando com Cidadania e Patriota.

O deputado estadual Heni Ozi Cukier (SP), que também foi defendido pelo MBL como uma opção para o Governo de SP, diz que nunca foi membro do movimento e que continua no Podemos, pelo qual deverá ser candidato ao Senado.​