|
  • Bitcoin 118.700
  • Dólar 5,2124
  • Euro 5,3355
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 04/03/2022, 13:06

Lula culpa governos Bolsonaro e Temer por falta de fertilizantes no Brasil

PUBLICAÇÃO
sexta-feira, 04 de março de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL-FOLHAPRESS) - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) atribuiu aos governos de Michel Temer (PMDB) e Jair Bolsonaro (PL) a responsabilidade pela falta de fertilizantes no Brasil. O país sofre com a falta dos insumos agropecuários após invasão da Ucrânia, já que boa parte dos insumos é importada da Rússia e as transações comerciais estão congeladas por causa da guerra.

Os comentários de Lula foram compartilhados na manhã de hoje pelo Twitter. Na visão do petista, a gestão Bolsonaro está aprofundando a dependência de importação dos derivados de petróleo no Brasil.

"Também abandonaram a construção de novas fábricas de fertilizantes em Minas e no Mato Grosso do Sul. O governo atual aprofunda a dependência de derivados de petróleo importados, como fertilizantes e combustíveis, ao mesmo tempo que destrói empregos desmontando o setor no Brasil", afirma.

Com o avanço da invasão russa ao território da Ucrânia, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, tentou passar uma mensagem de tranquilidade sobre uma possível falta de fertilizantes para a produção agrícola brasileira, em meio ao conflito no leste europeu.

A fala da ministra ocorreu durante uma entrevista sobre a situação dos fertilizantes no Brasil à CNN, na tarde de ontem.

Segundo ela, ainda é "muito cedo para dizer se será um caos ou não", reforçando que o cenário depende da duração da guerra. Contudo, a ministra repetiu que a safrinha já está garantida e que os produtores têm um estoque de passagem até outubro.

ESTOQUE APENAS PARA TRÊS MESES

Diferente do que afirma a ministra da Agricultura, a Anda (Associação Nacional para Difusão de Adubos) informou que o estoque de fertilizantes no Brasil deve durar somente pelos próximos três meses. A estimativa foi emitida em nota pela associação, que reúne entidades e empresas do ramo pecuário.

Para eles, ainda seria prematuro avaliar os impactos do conflito entre a Rússia e a Ucrânia sobre o agronegócio brasileiro.

Um quarto dos insumos para fertilizantes usados no país é importado do leste europeu. O alerta sobre o mercado internacional de fertilizantes ocorre desde fevereiro, quando começaram as sanções econômicas sobre Belarus.

As exportações do produto estão suspensas para o Brasil com o fechamento dos portos da Lituânia para o escoamento de fertilizantes. Com o apoio à Rússia na guerra contra a Ucrânia, o país do leste europeu sofreu novas sanções.