Livro destrincha o que há por trás de sucessos como 'Bridgerton' e 'Mad Men'


TONY GOES
TONY GOES

<p>SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Marcelo Rubens Paiva e Jacqueline Cantore se conheceram há três anos, trabalhando num projeto da produtora Conspiração -era a série "Contravenções", baseada na vida do bicheiro carioca Castor de Andrade, que ainda não entrou em produção.

</p><p>Ele, que além de escritor também é um roteirista experiente e premiado, se espantou com o conhecimento dela, uma executiva de televisão com passagens por diversos canais no Brasil e nos Estados Unidos.

</p><p>"Eu percebi que ela sabia tudo e eu não sabia nada", diz Rubens Paiva, rindo, em entrevista por videoconferência. "Quando vi o material que ela usa em workshops para roteiristas, achei que ali havia um livro."

</p><p>"Eu sou uma pessoa de processo, de método, vinda da escola que faz as melhores séries do mundo", conta Cantore, que tem dupla nacionalidade, brasileira e americana. "Marcelo achou que meu conhecimento técnico tinha que ser compartilhado."

</p><p>O resultado é "Séries - O Livro - De Onde Vieram e Como São Feitas", assinado pelos dois, que acaba de ser publicado pela editora Objetiva, com um ano de atraso, já que a pandemia adiou o lançamento. "Aproveitamos para revisar e atualizar o texto, pois aconteceu muita coisa entre 2019 e 2020", afirma Cantore. "Especialmente no universo do streaming, com a chegada de novas plataformas."

</p><p>"Séries" não é um manual de roteiro, apesar de um de seus públicos-alvo serem os roteiristas. É um livro de leitura agradável, que pode ser apreciado por leigos que não pensam em se profissionalizar. Conta como as séries de TV evoluíram ao longo das décadas e destrincha todo o seu processo de criação, da ideia original até depois da estreia.

</p><p>"As séries americanas têm três épocas de ouro", afirma Rubens Paiva. "A primeira é logo nos primórdios da televisão, quando um aparelho imenso era praticamente um móvel da sala e toda a família assistia junta à mesma programação. Na década de 1960, surgem as TVs portáteis, que se espalham pelos cômodos da casa. Com isso, a programação também se fragmenta, com atrações de nicho, para diferentes faixas etárias e estilos de vida."

</p><p>"Finalmente, no final dos anos 1990, surgem séries influenciadas pela literatura, protagonizadas por personagens complexos e cheios de contradições. São os chamados 'homens difíceis'", prossegue ele, citando o livro de Brett Martin, que analisa protagonistas emblemáticos como Tony Soprano, de "A Família Soprano", Don Draper de "Mad Men", e Walter White, de "Breaking Bad".

</p><p>"Hoje nós já estamos num outro momento", acrescenta Cantore. "Ainda temos personagens falhos e intrigantes, mas muitas séries atuais, como 'Ted Lasso', 'Bridgerton' e 'O Gambito da Rainha', trazem uma ponta de esperança."

</p><p>"Séries - O Livro" não se restringe ao mercado americano. Com a popularização dos seriados, hoje há títulos importantes vindos de países como México e Israel, e os autores citam vários deles.

</p><p>O Brasil, claro, merece atenção especial. Rubens Paiva e Cantore apontam que a produção de séries no país só começou para valer no começo deste século, quando a TV paga foi obrigada, por lei, a veicular conteúdo nacional. A HBO foi a pioneira, com "Mandrake" e "Filhos do Carnaval" -escritas, dirigidas e produzidas por gente com mais experiência no cinema do que na TV.

</p><p>"Naquele momento, buscavam um segmento mais elitizado, habituado a frequentar salas de cinema, e que podia pagar por um pacote de televisão por assinatura", afirma Rubens Paiva. "Hoje o streaming, que tem preços mais acessíveis, está 'novelizando' suas séries brasileiras, para as deixar mais atraentes para o público que vem da TV aberta."

</p><p>"Séries - O Livro" também elucida o significado de termos que circulam livremente, sem que muita gente saiba exatamente o que significam -escaleta, logline, showrunner, sala de roteiro, bíblia, por exemplo. No final do volume, há um pequeno glossário, além de um apêndice com as séries apontadas como as melhores do ano por revistas e sites especializados ao longo dos últimos oito anos.

</p><p>

</p><p>

</p><p>SÉRIES - O LIVRO

</p><p>Preço: R$ 59,90 (232 págs.) e ebook R$ 39,90

</p><p>Autor: Jacqueline Cantore e Marcelo Rubens Paiva

</p><p>Editora: Objetiva

</p><p>

</p><p></p>

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo