|
  • Bitcoin 102.580
  • Dólar 5,3317
  • Euro 5,5605
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 18/01/2022, 12:34

Laboratórios suspendem testes, priorizam internados e gerenciam estoque

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 18 de janeiro de 2022

JOANA CUNHA
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Laboratórios de diagnósticos seguem em situação de alerta para oferecer testes de Covid aos clientes.

A DaVita Serviços Médicos enviou mensagem a clientes para avisar que suspendeu temporariamente a realização de exames do tipo RT-PCR, considerado padrão-ouro para detectar a infecção pelo vírus.

Segundo a rede de clínicas, que oferece serviços ambulatoriais e de outras especialidades na região metropolitana e capital de São Paulo, a suspensão se deve ao aumento de casos de síndrome gripal e restrição de insumos no mercado. A empresa diz que deve retomar sua oferta de exames quando for viável.

Nos laboratórios da Dasa, que também foram impactados pelo desabastecimento de insumos para os testes, os exames RT-PCR, antígeno e Influenza têm sido feitos somente com agendamento prévio. A empresa afirma que está priorizando pacientes internados.

Procurado pela reportagem, o Grupo Fleury não detalha como estão seus estoques de testes. Diz que está gerenciando seus insumos e fazendo exames para Covid em clientes com agendamento. "O Grupo Fleury tem realizado adequada gestão e fluxo de suprimentos, o que tem permitido superar esse ambiente de restrição", diz a empresa.

Alexandre Bitencourt, presidente do Sindilab-DF, que reúne empresas da rede privada de análises clínicas no Distrito Federal, disse que, desde quinta-feira (13), já não era mais possível comprar insumos importados para os testes.

Segundo ele, os fornecedores prometeram fazer entrega dos reagentes só no dia 28.