Kim Kardashian e Kylie Jenner são vítimas de fraude nos EUA


SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Kim Kardashian, 40, e Kylie Jenner, 23, foram vítimas de uma fraude nos Estados Unidos. As irmãs milionárias tiveram seus nomes usados para pedir o seguro-desemprego no estado de Michigan.

Os pedidos foram feitos em maio de 2020, de acordo com o site TMZ. Neles, foi usando um endereço de Traverse City, cidade a cerca de quatro horas de Detroit.

Sem perceber a fraude com o nome das celebridades, o governo pagou mais de US$ 7 mil (R$ 36 mil) para cada uma das supostas desempregadas. Isso teria ocorrido poucos dias antes de um sistema de verificação adicional de identidade passar a funcionar.

De acordo com o jornal Detroit News, a agência de desemprego aprovou diversos pedidos de seguro-desemprego fraudulentos durante a pandemia. A publicação avalia que o percentual de pedidos inidôneos chegue a 10%.

Outro famoso que também teve o nome usado em uma fraude parecida foi John Krasinski, 41, famoso pela série "The Office" e pelo filme "Um Lugar Silencioso" (2018). No caso do ator, até uma foto dele foi usada em uma identidade falsa.

O procurador-geral do estado disse que está investigando dezenas de casos. Além disso, 10 funcionários da agência de desemprego foram demitidos.

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo