Grupo mata 6 pessoas e fere 12 em festa 'paredão' em Salvador


FRANCO ADAILTON
FRANCO ADAILTON

SALVADOR, BA (FOLHAPRESS) - Seis pessoas foram assassinadas e outras 12, feridas por um grupo armado em uma festa do tipo "paredão", no início da madrugada desta quarta-feira (13) em Salvador. Dois dos feridos que haviam sido levados a unidades de saúde foram depois presos pela polícia.

Segundo informações da Polícia Militar, testemunhas relataram que os criminosos chegaram, atiraram aleatoriamente e fugiram. O caso ocorreu em rua no bairro Uruguai, na periferia da capital baiana.

A polícia ainda busca pistas sobre a autoria e a motivação dos crimes. Uma disputa por som alto --as festas nesses moldes são justamente caracterizadas pelo uso de muitos alto-falantes, dispostos como um "paredão"-- pode ser uma das razões, de acordo com a delegada Andréa Ribeiro.

Os mortos foram identificados como Deivison da Conceição Santos Santana, Alexsandro dos Santos Seixas, Adriane Oliveira Santos, Jailton Sales dos Santos e Terezinha Sales dos Santos. A sexta vítima está sem identificação formal.

Conforme a PM, em nota, policiais que faziam uma ronda pelo bairro foram alertados por moradores de que havia vítimas de disparos de armas de fogos na rua 8 de Dezembro, na localidade conhecida como Pistão.

Quando policiais chegaram, encontraram dois homens no chão, um deles já morto. De 16 feridos que já haviam sido levados a UPAs (unidades de pronto-atendimento) e hospitais, cinco morreram.

Os crimes estão sendo investigados pelo DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa). "A princípio, a informação que nos chegou é que teria havido uma discussão que resultou numa troca de tiros", disse a delegada. "Algumas das vítimas podem também ter sido autoras de alguns dos disparos."

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo