|
  • Bitcoin 149.391
  • Dólar 4,9096
  • Euro 5,1947
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 21/03/2022, 12:36

Filme de Danilo Gentili segue no streaming mesmo após censura do governo

PUBLICAÇÃO
segunda-feira, 21 de março de 2022

JOÃO PERASSOLO
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Mesmo que o governo tenha determinado há quase uma semana a remoção do filme "Como Se Tornar o Pior Aluno da Escola" dos serviços de streaming, o longa segue em exibição nas plataformas nesta segunda pela manhã.

A comédia está no centro de uma polêmica após ser acusada de fazer apologia à pedofilia por bolsonaristas influentes como o secretário especial da Cultura, Mario Frias, e o deputado André Fernandes, numa grita que fez o Ministério da Justiça e Segurança Pública determinar a censura do filme e, em seguida, subir a classificação indicativa, de 14 para 18 anos. Ambas as medidas estão ativas, de acordo com a pasta.

A comédia com Fábio Porchat e Danilo Gentili no elenco tem uma cena na qual o personagem de Porchat instiga dois garotos menores de idade a pararem de discutir e pede que o masturbem. As crianças reagem com surpresa, negando o pedido.

"O que é isso, preconceito nessa idade? Isso é supernormal, vocês têm que abrir a cabeça de vocês", diz o personagem de Porchat, que em seguida abre a braguilha da calça e puxa a mão de um dos meninos em direção a ela.

Segundo Frias, a cena é uma afronta às famílias, e o longa usa a pedofilia como forma de humor. Ele disse ainda que tomaria medidas cabíveis para que as crianças não sejam "contaminadas por esse conteúdo sujo e imoral".

A censura do governo foi publicada na terça (15) no Diário Oficial da União, e prevê multa diária de R$ 50 mil no caso de as plataformas seguirem exibindo a obra.

A medida é ilegal, dizem advogados, pois fere a liberdade de expressão para obras artísticas previstas na constituição, além de ter sido tomada pelo Executivo, não pelo Judiciário.

O longa está disponível para streaming ou locação na Netflix, YouTube, Telecine, Globoplay, Google Play e Apple TV+.