|
  • Bitcoin 120.872
  • Dólar 5,1685
  • Euro 5,2151
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 04/03/2022, 10:56

Festival imigrante terá shows de ritmos caribenhos, dança africana e música árabe em SP

PUBLICAÇÃO
sexta-feira, 04 de março de 2022

FLÁVIA MANTOVANI
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Começa neste fim de semana em São Paulo um evento que promete colocar o público para dançar ao som de ritmos de várias partes do mundo.

O Festival Músico Cidadão terá shows de grupos da Guiné Conacri, de países caribenhos e do Oriente Médio, além de oficinas de dança africana e música árabe.

A primeira apresentação será neste sábado (5), às 20h, no Centro Cultural da Penha, com o grupo Limanya, que traz no repertório antigos provérbios africanos, cantos, danças e ritmos da cultura tradicional Sussu —etnia da Guiné Conacri.

O espetáculo tem direção artística da bailarina, percussionista, coreógrafa e cantora Mariama Câmara, e no palco também se apresentarão a dançarina Bofory Camara e três percussionistas.

No domingo (6), será a vez do Tríptico Caribe, dedicado a ritmos como cumbia colombiana, salsa venezuelana, salsa porto riquenha e son cubano. Liderado pelo colombiano Aleksey Benavides, tem também músicos da Venezuela e do Peru.

O show de encerramento do festival será no dia 26 de março, no Centro Cultural da Juventude, com a banda Nikkal. Conduzida pelo sírio Rajana Olba, a apresentação terá instrumentos tradicionais árabes, como alaúde, derbake, flauta árabe e kanun, além de canto e dança.

O mestre de cerimônias é o idealizador do projeto Músico Cidadão, o músico e pesquisador Leo Bianchini (da banda 5 a Seco).

Entre os shows, haverá conversas com os artistas sobre suas práticas musicais, sua cultura nativa e os instrumentos usados nos espetáculos.

Assim como os espetáculos, as oficinas serão gratuitas. No dia 12, às 15h, o sírio Rajana Olba dará um workshop sobre ritmos árabes e o alaúde (instrumento de corda típico do Oriente Médio), no Centro Cultural da Juventude. Nos dias 13 e 20 de março, às 14h, Mariama Camara ensinará dança africana no Centro Cultural da Penha.

É obrigatório o uso de máscara e a apresentação do comprovante de vacinação, com ao menos duas doses.

*

Festival Músico Cidadão

Mariama Camara e grupo Limanya. 5.mar, às 20h, no Centro Cultural da Penha (largo do Rosário, 20, Penha de França, São Paulo).

Tríptico Caribe. 6.mar, às 18h, no Tendal da Lapa (r. Guaicurus, 1.100, Água Branca, São Paulo).

Nikkal. 26.mar, às 20h, no Centro Cultural da Juventude (av. Dep. Emílio Carlos, 3.641, Vila dos Andrades, São Paulo).

Oficina de ritmos árabes e alaúde. 12.mar, das 15h às 16h, no Centro Cultural da Juventude (av. Dep. Emílio Carlos, 3.641, Vila dos Andrades, São Paulo).

Oficina de dança africana. 13.mar e 20.mar, das 14h às 15h, no Centro Cultural da Penha (lg. do Rosário, 20, Penha de França, São Paulo).

Informações: www.musicocidadao.com.br e www.instagram.com/musicocidadao