|
  • Bitcoin 111.342
  • Dólar 5,2423
  • Euro 5,5322
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 12/03/2022, 22:07

Ex-professora é presa sob suspeita de atuar como falsa biomédica em Manaus

PUBLICAÇÃO
sábado, 12 de março de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - A ex-professora de matemática Hozana Carneiro Ximenes foi presa na quinta-feira (10) sob suspeita de atuar como uma falsa biomédica, realizando procedimentos estéticos em Manaus (AM).

O mandado de prisão preventiva contra a suspeita foi expedido após dez pessoas registrarem na Polícia Civil queixas contra Ximenes. Elas relataram problemas médicos depois de se submeterem a procedimentos feitos por ela.

Ela é investigada sob suspeita dos crimes de estelionato, lesão corporal grave e falsificação de documento público. A Folha não conseguiu contato com a defesa de Ximenes.

"A mulher já havia trabalhado em várias clínicas da cidade, pois sempre que dava algum problema ela era demitida, mas já buscava outra clínica para trabalhar", disse o delegado Gesson Aguiar, responsável pelas investigações.

Segundo a Polícia Civil, "as vítimas apresentaram as documentações das instituições onde fizeram todos os procedimentos estéticos para comprovar a veracidade da denúncia, bem como os documentos dos hospitais em que elas foram internadas em decorrência do tratamento ilegal".

"Como a infratora alegou que era formada em Biomedicina e que tinha estudado em uma faculdade particular da capital, nós entramos em contato com a instituição de ensino superior e fomos informados que Hozana nunca tinha passado por lá", afirmou Aguiar.

Ximenes atuou como professora de matemática da rede estadual do Amazonas. De acordo com a polícia, ela tinha formação para atuar nesta área.

Os policiais procuravam Ximenes havia um mês. O mandado de prisão foi expedido no dia 3 de fevereiro. Ela foi encontrada na casa de parentes no bairro Novo Israel, zona norte de Manaus.

Em entrevista à Rede Amazônica, afiliada da TV Globo no Amazonas, uma paciente da suposta falsa biomédica disse que apresentou deformidades no nariz três dias após se submeter a uma cirurgia feita por ela.

"Quando eu cheguei em casa, três dias depois, o meu nariz começou a necrosar, sair sangue, pus. Começou a ficar muito inchado, eu sentia muitas dores, e o meu nariz só foi piorando dia após dia", afirmou a vítima à emissora.