|
  • Bitcoin 151.337
  • Dólar 5,0617
  • Euro 5,2630
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 23/03/2022, 17:27

Ex-presidente do Inpe demitido após embate com Bolsonaro deve se filiar à Rede

PUBLICAÇÃO
quarta-feira, 23 de março de 2022

MÔNICA BERGAMO
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ex-presidente do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) Ricardo Galvão, que foi exonerado após criticar o presidente Jair Bolsonaro (PL) em 2019, deve se filiar à Rede Sustentabilidade no próximo sábado (26), em São Paulo​.

Ele planeja se lançar candidato a deputado federal pelo partido. Galvão foi demitido do Inpe após Bolsonaro questionar a veracidade dos dados do instituto sobre as queimadas na Amazônia.

O ex-diretor foi acusado pelo presidente de estar "a serviço de alguma ONG". Na época, Bolsonaro disse que os dados de desmatamento no país foram "espancados" para atingir a imagem do Brasil e seu governo.

Depois de receber críticas, Galvão disse, em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, que ele até pode seria ser demitido, mas que o instituto era cientificamente sólido o suficiente para resistir aos ataques do governo.

Após o episódio, Galvão foi eleito pela revista Natura, uma das mais tradicionais e prestigiosas publicações científicas do mundo, como 'cientista do ano' na edição de 2019.

A publicação escolheu dez indivíduos que, na opinião do periódico, tiveram grande impacto na ciência. A palavra-chave que norteou as escolhas foi "integridade científica".