|
  • Bitcoin 148.977
  • Dólar 4,8801
  • Euro 5,1592
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 24/02/2022, 12:23

Embaixada da Ucrânia no Brasil cobra país a condenar invasão russa​

PUBLICAÇÃO
quinta-feira, 24 de fevereiro de 2022

MARIANNA HOLANDA
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - A embaixada da Ucrânia no Brasil cobrou nesta quinta-feira (24) do governo do presidente Jair Bolsonaro (PL) que condene a invasão da Rússia ao seu país, que ocorreu nesta madrugada.

"Nós pedimos, esperamos que o governo brasileiro pronuncie-se e que condene essa agressão russa", disse a jornalistas o chefe da embaixada, o diplomata Anatolii Tkach.

Depois, em outro momento, foi ainda mais enfático: "Primeiro, o que precisamos é de um sinal forte de condenação".

O diplomata disse ainda que está em contato com autoridades brasileiras e que espera a reação delas. Afirmou ainda que o país espera de aliados também ajuda tanto humanitária, quanto financeira, neste momento.

Questionado sobre a visita de Bolsonaro a Vladimir Putin, na semana passada, Tkach disse que o presidente russo havia se comprometido com o brasileiro a buscar uma solução pacífico, mas que os ucranianos não acreditavam mais nele.

Afirmou também esperar que Bolsonaro possa "equilibrar essa visita" com viagem à Ucrânia, quando possível.

"O objetivo dessa agressão é tomar o território ucraniano e estabelecer controle da ocupação. Isto é uma guerra. É um ataque à soberania e integridade territorial da Ucrânia. E uma agressão à carta das Nações Unidas, bem como às normas do direito internacional", afirmou.