|
  • Bitcoin 105.001
  • Dólar 5,2201
  • Euro 5,4921
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 20/01/2022, 21:03

Elza Soares morreu no mesmo dia que Garrincha, quase 40 anos depois (1)

PUBLICAÇÃO
quinta-feira, 20 de janeiro de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

RIBEIRÃO PRETO, SP (FOLHAPRESS) - A cantora Elza Soares viveu 17 anos com Mané Garrincha, que morreu em 1983. A morte da cantora, nesta quinta-feira, ocorreu no mesmo dia em que a do jogador de futebol, num 20 de janeiro.

"Ele foi uma gracinha, quero falar só o lado bom", disse Elza em entrevista a este em 1997. "O Mané também tinha um lado muito bom. Foi o grande amor da minha vida."

Garrincha agredia Elza. Depois de tentar ajudá-lo a vencer o alcoolismo sem sucesso, ela decidiu se separar do jogador para dar um basta à violência doméstica.

Em entrevista a Pedro Bial em 2018, ela relembrou o relacionamento com o craque do Botafogo, que lhe teria prometido vencer a Copa de 1962 e lhe dedicar o título. Na ocasião, Pelé, o então craque da seleção, acabou fora do jogo depois de sofrer uma contusão.

"Ele me prometeu e disse: 'Olha, crioula, essa Copa vou dar para você. Vou fazer gol para você. Eu nunca gostei de ser mulher de fulano. Eu sou eu. Não era preciso ser mulher do Garrincha para ser a Elza Soares. O Garrincha era marido da Elza Soares."

A cantora e o jogador tiveram um filho, Manoel Francisco dos Santos Júnior, o Garrinchinha, que morreu aos nove anos num acidente de carro.