|
  • Bitcoin 122.400
  • Dólar 5,1649
  • Euro 5,2590
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 24/02/2022, 10:20

É preciso dar atenção às preocupações de todas as partes, diz Amorim sobre invasão russa

PUBLICAÇÃO
quinta-feira, 24 de fevereiro de 2022

FÁBIO ZANINI
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Ex-ministro das Relações Exteriores e um dos principais porta-vozes de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para a política externa, o embaixador Celso Amorim disse que é preciso respeitar as legítimas preocupações de todos os envolvidos no conflito entre a Rússia e a Ucrânia.

"Tem de haver um apelo pela paz, pela solução pacífica, pelo respeito ao direito internacional em todos os seus aspectos, e com a atenção às legítimas preocupações de todos os envolvidos ali na região", afirmou Amorim à coluna Painel, da Folha de S.Paulo.

Ele não quis responder se o Brasil e o PT deveriam condenar o presidente russo, Vladimir Putin, pela decisão de invadir o país vizinho.

"Não estou no governo, não tenho que me manifestar, vamos ser poupados daqueles ônus que a gente não tem. Eu estou no banco de reservas, na arquibancada", declarou.

Amorim disse que iria conversar ainda com Lula sobre o assunto. O ex-presidente manifestou-se sobre a nova guerra em uma entrevista na manhã desta quinta (24) às rádios Supra FM e 103,5 FM, do entorno de Brasília.

"Ninguém pode concordar com guerra, ataques militares de um país contra o outro. A guerra só leva a destruição, desespero e fome. O ser humano tem que criar juízo e resolver suas divergências em uma mesa de negociação, não em campos de batalha", afirmou.