|
  • Bitcoin 102.124
  • Dólar 5,2536
  • Euro 5,4963
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 22/01/2022, 14:43

Doria define Lula, mais do que Bolsonaro, como alvo em início de campanha

PUBLICAÇÃO
sábado, 22 de janeiro de 2022

FÁBIO ZANINI
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), definiu como estratégia de campanha, ao menos no início, centrar artilharia no ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), mais até do que em Jair Bolsonaro (PL).

A avaliação do tucano, que deixará o cargo em 31 de março, é de que é preciso iniciar de imediato o processo de desconstrução do petista, que reina soberano nas pesquisas e pode até ganhar no primeiro turno.

O rol de críticas é conhecido: recessão, mensalão, apoio a ditaduras de esquerda e a Lava Jato, citando sempre que as vitórias judiciais do ex-presidente foram por questões processuais, não de mérito.

Com relação a seu ex-padrinho Geraldo Alckmin, possível vice do petista, Doria será mais cuidadoso. Mas não deixará de acusá-lo de "endossar um corrupto" e dizer que não há como separar o velho Lula do atual.