|
  • Bitcoin 107.471
  • Dólar 5,3298
  • Euro 5,5590
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 10/03/2022, 09:01

Diretor de 'Pantera Negra' é algemado após tentar sacar dinheiro de sua conta

PUBLICAÇÃO
quinta-feira, 10 de março de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O diretor Ryan Coogler, 35, conhecido por seu trabalho nos filmes "Pantera Negra" (2018) e "Creed" (2015), foi detido e algemado em um banco em Atlanta, nos Estados Unidos, enquanto sacava dinheiro de sua conta. A ação teria ocorrido em janeiro, mas só chegou ao conhecimento publico nesta semana.

De acordo com o site norte-americano TMZ, a polícia local acreditou tratar-se de uma tentativa de assalto. "Essa situação nunca deveria ter acontecido. No entanto, o Bank of America trabalhou comigo e encaminhou tudo para a minha satisfação, e nós seguimos em frente", afirmou o diretor ao TMZ.

Na ocasião, Coogler usava óculos escuros, uma máscara facial de proteção contra a Covid e uma touca preta. Ele teria pedido à atendente por meio de uma nota escrita em papel que queria retirar US$ 12 mil (cerca de cerca de R$ 60,1 mil), e que o dinheiro fosse contado de maneira discreta.

A polícia afirmou que um aviso é emitido sempre que um valor acima de US$ 10 mil (cerca de R$ 50 mil) tenta ser retirado. Além de Coogler, duas pessoas que o aguardavam em um carro também foram algemadas e levadas para uma viatura. O momento da detenção de Coogler foi registrado por câmeras policiais, que indicam a data de 07 de janeiro de 2022.

Durante a ação dos policiais, Coogler colaborou e tentou comunicar que eles estavam pegando uma pessoa inocente, sugerindo que os policiais pesquisassem seu nome no Google. Segundo as autoridades, ele foi liberado após apresentar sua carteira de motorista e um cartão do banco.

"Nos arrependemos profundamente que isso tenha acontecido. Isso nunca deveria ter acontecido e pedimos desculpas ao senhor Coogler", afirmou o Bank of America em um comunicado.