|
  • Bitcoin 99.450
  • Dólar 5,2299
  • Euro 5,4781
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 21/01/2022, 14:41

Dilma cancela viagem para posse em Honduras por causa da pandemia

PUBLICAÇÃO
sexta-feira, 21 de janeiro de 2022

MÔNICA BERGAMO
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A ex-presidente Dilma Rousseff (PT) decidiu suspender a viagem para a posse da esquerdista Xiomara Castro como presidente de Honduras, no próximo dia 27, por causa da piora da pandemia de Covid-19.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que também havia sido convidado para a cerimônia, já tinha avisado que não poderia ir, mas sugeriu que Dilma comparecesse e representasse o partido, que tem boas relações com Xiomara e o marido dela, o ex-presidente hondurenho Manuel Zelaya.

Lula também alterou os planos de ir ao México no início do mês que vem por causa do avanço da variante ômicron. A missão deve ser adiada em cerca de 30 dias, mas uma nova data ainda não foi definida com a equipe do anfitrião, o presidente Andrés Manuel López Obrador, também do campo de esquerda.

A situação da Covid já era monitorada pela comitiva do petista, que decidiu pela postergação em conjunto com os mexicanos. A avaliação foi a de que manter a turnê em fevereiro acabaria deixando a agenda muito restrita, pela impossibilidade de circular por alguns ambientes e encontrar plateias maiores.

Dilma e Lula estiveram juntos há alguns dias, em meio às discussões sobre o papel de Dilma durante a campanha presidencial deste ano. Associada por adversários à recessão econômica, a ex-presidente recebeu sinalizações de apoio de aliados. A foto do encontro foi divulgada pelo presidenciável.

Lula também foi convidado a palestrar na Câmara da Cambridge Union Society, associação estudantil da Universidade de Cambridge, na Inglaterra, mas não confirmou presença em um evento que começa neste mês e vai até março.