|
  • Bitcoin 100.962
  • Dólar 5,2536
  • Euro 5,4928
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 22/01/2022, 17:48

Desfiles em SP e no RJ devem ocorrer nos mesmos dias pela primeira vez em 22 anos

PUBLICAÇÃO
sábado, 22 de janeiro de 2022

MÔNICA BERGAMO
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Após o adiamento dos desfiles das escolas de samba em São Paulo e no Rio de Janeiro para o feriado de Tiradentes, a Liga Independente das Escolas de Samba de SP (Liga-SP) decidiu neste sábado (22) que irá manter as apresentações de suas agremiações do grupo especial para os dias 22 e 23 de abril —os mesmos anunciados na última sexta (21) pela Liga Independente das Escolas de Samba do RJ (Liesa).

Esta será a primeira vez em 22 anos que as apresentações serão concomitantes, segundo a Liga-SP. Tradicionalmente, os desfiles paulistanos ocorrem na sexta e no sábado, enquanto os cariocas são realizados no domingo e na segunda-feira da semana do Carnaval.

O conflito de datas surgiu porque a segunda e a terça-feira seguintes ao feriado de Tiradentes são dias úteis.

"Apesar da transferência de datas, de fevereiro para abril de 2022, não há qualquer intenção ou movimento para alterar esses dias, uma vez que são tradicionais entre os sambistas paulistanos", afirma a Liga-SP em nota.

A entidade ainda diz que irá conversar com a Prefeitura de São Paulo e com a SPTuris, órgão da capital que preside a comissão do Carnaval, para combinar os desfiles dos grupos de acesso e de acesso 2, que costumam ocorrer nas madrugadas de domingo e de segunda-feira.

O anúncio do adiamento dos desfiles de escolas de samba em São Paulo e no Rio de Janeiro foi feito na última sexta pelos prefeitos Ricardo Nunes (MDB-SP) e Eduardo Paes (PSD-RJ). De acordo com eles, o principal motivo para a nova data do Carnaval é a explosão recente de casos de Covid-19.

Nunes afirmou que as decisões se basearam nas informações das secretarias de Saúde. "Ocorre em abril dependendo da evolução da pandemia. Evidentemente, se houver alguma alteração do que está previsto a gente não tomará nenhuma atitude que seja irresponsável colocando a vida das pessoas em risco", disse o prefeito de São Paulo.

O Brasil teve nesta semana os dias com maiores números de casos de Covid registrados. Na quarta (19), o país bateu seu recorde, com 205.310 infecções documentadas. Nesta sexta, foi registrado o segundo pior dia da pandemia, com 168.820 casos.

*

Leia, abaixo, a nota enviada pela Liga-SP:

"Há 22 anos, as escolas de samba do grupo Especial de São Paulo desfilam na sexta-feira e no sábado. Apesar da transferência de datas, de fevereiro para abril de 2022, não há qualquer intenção ou movimento para alterar esses dias, uma vez que são tradicionais entre os sambistas paulistanos.

Neste momento, a Liga-SP conversará com a SPTuris e com a Prefeitura de São Paulo para entender a melhor forma de realizar os desfiles das agremiações que compõem os grupos de Acesso e Acesso II, por conta dos dias úteis. Os desfiles destes grupos costumam ocorrer nas madrugadas de domingo e segunda-feira, antes do feriado de Carnaval.

O grupo Especial do Carnaval de São Paulo, portanto, desfilará no sambódromo do Anhembi nos dias 22 e 23 de abril, sexta-feira e sábado, dentro do período do feriado de Tiradentes."