|
  • Bitcoin 145.360
  • Dólar 4,8196
  • Euro 5,1601
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 22/02/2022, 14:36

Demanda por telemedicina para criança começa a cair após corrida com ômicron

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 22 de fevereiro de 2022

JOANA CUNHA
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Depois de um forte período de aceleração, a demanda por teleconsultas para crianças aponta tendência de queda.

No Einstein, a primeira quinzena de fevereiro teve cerca de 2.260 atendimentos pediátricos remotos. Se seguir neste ritmo, fechará o mês abaixo dos quase 5.400 registrados em todo mês de janeiro.

O número ainda supera os níveis de novembro, quando a escalada começou, após a chegada da variante ômicron no país.

O Grupo Conexa, empresa especializada em teleatendimento, também registrou queda no número de consultas para crianças, principalmente as relacionadas à Covid. Até domingo (20), mais de 2.200 consultas estavam relacionadas aos sintomas de coronavírus. Enquanto em janeiro, foram mais de 6.000.