|
  • Bitcoin 103.691
  • Dólar 5,3317
  • Euro 5,5568
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 21/01/2022, 18:43

Concurso do IBGE recebe 1,1 milhão de inscrições

PUBLICAÇÃO
sexta-feira, 21 de janeiro de 2022

LEONARDO VIECELI
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) afirma que recebeu 1,1 milhão de inscrições para o concurso do Censo Demográfico 2022. O prazo para o cadastro de interessados terminou às 16h desta sexta-feira (21).

O concurso prevê preencher 206.891 vagas de trabalho temporário nas operações do Censo. Há oportunidades para recenseadores e agentes censitários.

Inicialmente, o prazo de inscrições iria até 29 de dezembro de 2021. Contudo, o IBGE precisou estender o intervalo até esta sexta-feira para conseguir ampliar o número de participantes.

A expectativa do instituto era de pelo menos 1 milhão de inscrições, marca alcançada na quinta-feira (20).

O Censo é considerado o levantamento mais detalhado sobre as características demográficas e socioeconômicas do país. As informações apuradas servem como base para políticas públicas e podem influenciar até decisões de investimento de empresas em determinadas regiões.

As 206.891 vagas de trabalho temporário são divididas da seguinte forma: 183.021 para recenseadores, 18.420 para a função de ACS (agente censitário supervisor) e 5.450 para a tarefa de ACM (agente censitário municipal).

Das 1,1 milhão de inscrições feitas até esta sexta-feira, 588,5 mil foram para as vagas de recenseador, e 513,5 mil, para as oportunidades de agente censitário (ACS e ACM).

Segundo o IBGE, o nível de concorrência varia de acordo com a procura e o número de vagas disponíveis em cada região. Esse detalhamento ainda não foi divulgado pelo órgão.

O instituto afirma que os números definitivos sobre inscrições validadas serão conhecidos após 16 de fevereiro. É que o prazo de pagamento das taxas de inscrição se encerra nessa data.

"Após esse prazo, o IBGE vai avaliar se o número de candidatos está favorável nos 5.297 municípios onde foram oferecidas vagas", diz o órgão.

Caso os postos de trabalho não sejam preenchidos em determinadas localidades, o instituto pode abrir processos seletivos emergenciais, por exemplo.

*

Características das vagas

No caso dos recenseadores, a estimativa de duração dos contratos é de até três meses, com possibilidade de prorrogação. Para os agentes censitários, o prazo previsto é de cinco meses, e também há chance de prorrogação.

Na seleção de recenseadores, os candidatos precisam ter ensino fundamental completo. Esses profissionais vão atuar diretamente na coleta de informações do Censo em mais de 70 milhões de domicílios espalhados pelo Brasil, afirma o IBGE.

Os salários dos recenseadores serão variáveis, de acordo com a produção (quanto mais entrevistas fizer, mais recebe). É possível simular a remuneração no site do Censo 2022. A carga horária semanal é indicada em 25 horas de trabalho.

Já as vagas de ACM e ACS são de nível médio. Os salários são de R$ 2.100 e R$ 1.700, respectivamente.

Com remuneração maior, o ACM gerencia o trabalho dos postos de coleta de informações do Censo. Enquanto isso, o ACS, subordinado ao ACM, tem como principal função orientar os recenseadores durante a execução das atividades de campo.

Como as vagas de agente censitário tiveram inscrição única, os postos de ACM serão oferecidos aos candidatos com melhor classificação no concurso. Os demais aprovados terão direito aos cargos de ACS, seguindo a ordem de desempenho na seleção.

A data das provas está prevista para 10 de abril. O resultado final deve ser divulgado em 20 de maio.