|
  • Bitcoin 107.200
  • Dólar 5,2777
  • Euro 5,5557
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 10/03/2022, 16:27

Ciclone se aproxima do Sul e derruba temperaturas; mínima pode chegar a 7ºC

PUBLICAÇÃO
quinta-feira, 10 de março de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Um imenso ciclone extratropical, captado por imagens de satélite na quarta-feira (9), levará chuva e derrubará a temperatura no Sul do Brasil entre esta quinta (10) e sexta (11), com mínimas inferiores a 10ºC. Segundo a MetSul Meteorologia, o fenômeno se formou em uma área do Oceano Atlântico nas proximidades das Ilhas Malvinas.

A chegada da frente fria também deve mudar o tempo em São Paulo no sábado (12), após mais de duas semanas registrando temperaturas acima de 30ºC.

Nas regiões mais próximas ao ciclone, como a Patagônia, já foram registradas rajadas de vento que atingiram velocidade próxima a 100 km/h. Enquanto isso, o Aeroporto de Mount Pleasant, nas Malvinas, registrou pancadas de chuva e vento em meio a uma pressão atmosférica de 985 hPa.

Segundo a MetSul, apesar de estar a milhares de quilômetros do Sul brasileiro, o ciclone será o responsável por uma frente fria nos estados sulistas. Com isso, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná podem esperar chuvas localmente volumosas e temporais isolados em diversas regiões, entre quinta e sexta.

Vendavais localizados e queda ocasional de granizo também podem ocorrer.

Além de trazer chuvas, o ciclone deve derrubar as temperaturas no Sul, ainda que as máximas fiquem amenas.

Tanto as mínimas quanto as máximas serão impactadas, e o Rio Grande do Sul será o principal atingido. A região de Campanha, por exemplo, terá mínimas entre 7ºC e 9ºC durante as madrugadas. Quanto às máximas, as cidades sulistas terão tardes agradáveis, com média entre 23ºC e 25ºC.

Pelos lados de Campos de Cima da Serra, onde o território gaúcho atinge grandes altitudes, o ar frio será menor, mas haverá nebulosidade e períodos de chuva, o que deve evitar mínimas extremamente baixas. O mesmo vale para a Grande Porto Alegre, onde as nuvens impedirão o frio mais intenso. Na próxima semana, contudo, o tempo seco pode derrubar ainda mais as temperaturas.

O Sudeste deve ser atingido por temporais, raios, rajadas de vento de até 70 km/h e risco de granizo em alguns locais, no fim de semana.

As temperaturas em São Paulo devem cair no sábado (12), quando o dia fica nublado. O sol deve reaparecer no domingo, mas as chuvas permanecem, especialmente no período da tarde e da noite.

O verão acaba no próximo dia 19 e a previsão meteorológica é de que, com o fim dela e com a chegada do mês de abril, os tempos amenos se aproximem. Altas temperaturas ainda podem ser sentidas nas próximas semanas, principalmente entre as regiões Sul e Sudeste — mas não há expectativa de novos recordes históricos de calor.