|
  • Bitcoin 148.185
  • Dólar 4,9391
  • Euro 5,2018
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 22/03/2022, 18:15

Cacá Werneck se defende e mostra nota fiscal de perfumes após acusação de furto

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 22 de março de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A DJ Cacá Werneck, que também é mulher de Monique Evans, tem sido acusada de furtar perfumes no aeroporto de Confins (MG). Vídeos que circulam nas redes sociais mostram o momento do suposto ato. Porém, a artista usou as redes sociais para desmentir o caso e mostrar a nota fiscal dos produtos adquiridos. Ela chegou a ser detida pela Polícia Federal no sábado (19) e pagou fiança de R$ 3.000.

"Graças a Deus tenho os meus valores intactos, uma família maravilhosa e um advogado maravilhoso que agora vai falar por mim. Eu vou provar a minha inocência custe o que custar", começou ela em vídeo.

"Estou vivendo um momento muito constrangedor e a gente se sente impotente. Mas, ao mesmo tempo, eu sempre consegui transformar dor em força. Com meu advogado, com todas as provas que eu tenho, sei que não tenho o que temer", disse.

Cacá publicou imagem da nota fiscal dos dois perfumes masculinos que comprou numa loja do aeroporto e deu mais explicações. "Vamos aguardar as cenas dos próximos capítulos e eu cada vez mais ansiosa, porque nada como você conseguir provar a sua inocência. Quem conhece a minha índole e o meu caráter sabe que isso é tudo blefe", emendou.

Procurada pela reportagem, Monique Evans, 65, deu mais detalhes do que aconteceu no dia com sua mulher. "A moça [do balcão de vendas] pediu para ela escolher a fragrância que mais gostava de brinde e depois foi fazer a nota fiscal da compra. Cacá escolheu e colocou na bolsa. Um que já estava aberto e era micro, achou que era amostra grátis. Injustiça. Levou susto quando foi abordada, não entendeu nada", afirma.

Na sequência, a polícia a prendeu e disse que a fiança seria de R$ 3.000. Cacá teve de fazer tudo às pressas, pois tinha show naquela mesma noite. Agora, diz Monique, seus advogados já estão vendo uma forma de entrar com um processo contra quem a acusou e jogou as imagens nas redes sociais.

Procurada, a Polícia Federal do aeroporto não havia respondido as solicitações até a publicação deste texto.