|
  • Bitcoin 122.623
  • Dólar 5,0950
  • Euro 5,2474
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 04/03/2022, 17:35

Bolsonaro usa evento em SP para enaltecer Tarcísio de Freitas, pré-candidato ao governo

PUBLICAÇÃO
sexta-feira, 04 de março de 2022

ARTUR RODRIGUES
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO JOSÉ DOS CAMPOS, SP (FOLHAPRESS) - O presidente Jair Bolsonaro (PL) usou evento de concessão de rodovia em São Paulo para enaltecer seu pré-candidato ao governo paulista, o ministro da Infraestrutura Tarcísio de Freitas.

"Hoje aqui no Vale do Paraíba, mais uma entrega do Ministério da Infraestrutura, deste meu amigo, capitão Tarcísio de Freitas, um homem mais do que competente, um homem que tem um compromisso com o bem-estar de todos vocês", disse.

A afirmação do presidente Bolsonaro foi dita durante evento em São José dos Campos, interior paulista, na manhã desta sexta-feira (4). O evento teve tom de campanha eleitoral, com direito a motociata e uma bandeira erguida com a imagem do presidente.

Bolsonaro participou de cerimônia relativa à assinatura do contrato de concessão da rodovia Presidente Dutra e Rio-Santos.

O presidente citou apenas de passagem a guerra entre Rússia e Ucrânia.

"Hoje temos um problema a 10 mil km daqui e a nossa responsabilidade é com o bem-estar do nosso povo", disse. "O Brasil não mergulhará em uma aventura, o Brasil tem o seu caminho, respeita a liberdade de todos, faz tudo pela paz".

A ação de divulgação foi antecedida por uma motociata formada por apoiadores do presidente, que chegou de moto ao local. Os motociclistas são uma das bases de apoio do presidente e, em aceno a esse grupo, eles não pagarão mais pedágio na Dutra, principal ligação entre São Paulo e Rio de Janeiro.

Bolsonaro e Tarcísio, à beira da Dutra, pararam para cumprimentar os motociclistas e motoristas. Com o acúmulo de motos e veículos, a estrada registrou congestionamento na hora do evento.

Apesar do apoio a Bolsonaro, a cerimônia pareceu ser moldada para que Tarcísio fosse o protagonista. Inclusive, apenas o ministro permaneceu para entrevista coletiva com os jornalistas.

Tarcisio é pré-candidato ao Governo de São Paulo e aposta na inauguração de obras como plataforma de campanha.

Durante o evento, o próprio Tarcísio admitiu estar de saída do ministério. "Eu estou indo embora, o time não. E o time é muito bom, é um time de ponta", disse, para assegurar que os projetos importantes serão entregues sem a sua presença.

A concessão da Dutra é vista como uma das principais bandeiras de Tarcísio. Segundo a pasta, ela proporcionará R$ 14,8 bilhões em investimentos e faz parte de um pacote de 81 ativos concedidos na atual gestão.

No caso da Dutra, o leilão de operação foi vencido pela CCR, que continuará responsável pela rodovia pelos próximos 30 anos. "Nada mais marcante do que celebrar o contrato da Dutra, iniciando o dia com o passeio de moto na Dutra", disse Tarcísio.

Sobre a rodovia, ele citou que ela seria a mais moderna do Brasil. "A gente tem no governo Bolsonaro se acostumado a grandes entregas, entregas que emocionam."

O ministro citou a opção pela nova concessão, em vez de prorrogar a antiga, como responsável pela diminuição do gasto dos usuários.

"Se tivéssemos prorrogado o contrato e simplesmente atualizado a tarifa pelo IPCA, o deslocamento Rio-São Paulo seria R$ 70. Ele vai ser ser feito por R$ 50".

Tarcísio também rebateu queixa de entidade a entidade que representa 39 municípios do Vale do Paraíba e Litoral Norte de São Paulo faz nova concessão da rodovia Dutra. A carta foi revelada pela coluna Painel, da Folha de S.Paulo.

"Enquanto os tributos cobrados nas praças de Arujá e de Guararema receberão redução de 3% e em Pindamonhangaba, de 8,4%, na carioca Itatiaia o pedágio vai ficar 21% mais barato", diz a carta.

"A turma aí que fez a crítica é do partido que aqui em São Paulo fez a prorrogação do contrato e manteve os pedágios altos sem investimento", disse o ministro.

Nas redes sociais, o presidente tem exaltado o trabalho da pasta de Tarcísio. Na manhã desta sexta, afirmou que houve ao menos dez entregas em 2022.

A aposta de Bolsonaro é conseguir quebrar a hegemonia tucana no estado, hoje comandando pelo rival João Doria (PSDB), e ter um palanque forte para sua reeleição.

Tratado inicialmente apenas como um nome para dar palanque, Tarcísio passou a ter sua candidatura ao Governo de São Paulo comemorada por integrantes do governo e acendeu alerta em campanhas de adversários.

Também compareceram ao evento o filho do presidente Eduardo Bolsonaro (PL) e outros apoiadores do presidente, como o ex-ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e o ministro do Gabinete de Segurança Institucional, general Augusto Heleno, entre outros.

Os apoiadores de Bolsonaro também vaiaram o prefeito de São José dos Campos, Felício Ramuth (PSD).

O presidente exaltou os apoiadores, incluindo Salles e o ex-ministro Salles. Ele também repetiu assuntos correntes em seu discurso, como a facada que tomou na campanha de 2018, que jamais decretaria lockdown e que acredita em Deus.

Além disso, rebatendo pontos mais criticados de sua gestão, voltou a repetir que fez o que podia durante a pandemia e que seu governo salvou muitas vidas, além de ter salvado a economia.