|
  • Bitcoin 125.563
  • Dólar 5,1484
  • Euro 5,3178
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 10/03/2022, 15:17

Bolsonaro lança chapa com ministro sanfoneiro para enfrentar PSB e PT em PE

PUBLICAÇÃO
quinta-feira, 10 de março de 2022

JOSÉ MATHEUS SANTOS
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

RECIFE, PE (FOLHAPRESS) - O presidente Jair Bolsonaro (PL) selou, nesta quinta-feira (10), o seu palanque em Pernambuco nas eleições de 2022. A chapa terá o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, conhecido como ministro sanfoneiro, como pré-candidato ao Senado.

O pré-candidato ao governo de Pernambuco apoiado por Bolsonaro na aliança será o prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira (PL).

A chapa foi lançada em um vídeo divulgado nas redes sociais por aliados de Bolsonaro em Pernambuco.

"Estamos somando forças com nosso pré-candidato ao governo de Pernambuco, Anderson Ferreira, e também Gilson Machado para [disputar] o Senado. Estamos juntos, o Brasil é nosso e tenho certeza, Pernambuco cada vez mais forte com o governo federal", afirma Bolsonaro na gravação.

Anderson Ferreira e Gilson Machado serão adversários do PSB, que tem o apoio do PT em Pernambuco.

O deputado federal Danilo Cabral é o pré-candidato do PSB ao governo do estado. O partido governa Pernambuco desde 2007. Já o PT deverá indicar um nome para o Senado na chapa de Danilo.

Ligado ao segmento evangélico, Anderson Ferreira governa a segunda maior cidade do estado. Foi reeleito em 2020 no primeiro turno do pleito municipal, sem dificuldades.

Gilson Machado deve oficializar nos próximos dias a filiação ao PL, mesmo partido de Anderson Ferreira. Com a intenção de disputar as eleições, ele deverá deixar o Ministério do Turismo até o início de abril.

A composição de Anderson Ferreira e Gilson Machado foi fechada meses após especulações de que poderia haver uma disputa entre os dois pelo comando do PL em Pernambuco.

No entanto, o presidente nacional do partido, Valdemar Costa Neto, assegurou a Anderson a continuidade na presidência do PL em Pernambuco e alinhou com Bolsonaro uma posição de destaque para Gilson Machado na eleição de 2022, o que se concretiza com a pré-candidatura ao Senado.

O anúncio da chapa Anderson-Gilson joga pressão sobre a base do PSB em Pernambuco para que o nome do Senado seja escolhido. O mais cotado para ficar com a posição é o PT, que está entre os deputados federais Carlos Veras e Marília Arraes e a deputada estadual Teresa Leitão.

A expectativa é que o PT defina o nome até o dia 20 de março para, a partir de abril, colocar o bloco na rua junto com Danilo Cabral, de modo a dividir os holofotes com os adversários, como Anderson e Gilson, que estarão em campanha já a partir do próximo mês.

Por outro lado, a aliança bolsonarista de Anderson Ferreira com o ministro do Turismo joga pressão nos outros pré-candidatos de oposição, a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB) e o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (União Brasil).

Com apoio de Bolsonaro, a avaliação é que Anderson prevalece sobre os dois do ponto de vista da viabilidade eleitoral para tentar chegar a um possível segundo turno.