|
  • Bitcoin 105.076
  • Dólar 5,1958
  • Euro 5,4254
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 19/01/2022, 20:38

Bolsa sobe com impulso da China; fala de Lula sobre Alckmin repercute

PUBLICAÇÃO
quarta-feira, 19 de janeiro de 2022

CLAYTON CASTELANI
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Bolsa de Valores brasileira atingiu a maior pontuação em um mês nesta quarta-feira (19), enquanto o dólar recuou a sua menor cotação em um bimestre. Contribuíram para esses resultados as expectativas de aumento das exportações de minério de ferro para a China, onde o governo prometeu mais estímulos econômicos, e de um cenário político menos polarizado.

Ressoou também entre investidores a fala do ex-presidente Lula (PT), que defendeu a união com Geraldo Alckmin (sem partido). Não há consenso entre analistas, porém, quanto ao efeito sobre o mercado da aproximação do petista com o ex-governador de São Paulo.

O Ibovespa, referência do mercado acionário do país, subiu 1,26%, a 108.013 pontos. O índice não frequentava essa pontuação há um mês. O dólar caiu 1,70%, a R$ 5,4660. É a menor cotação da divisa americana desde a primeira quinzena de novembro.

A maior contribuição para a alta da Bolsa ficou por conta da Vale, que subiu 2,20%. Os setores de mineração e siderurgia passam por um momento de alta diante da expectativa do suporte econômico prometido pelo governo da China para amenizar os impactos da crise imobiliária no país, que é o maior consumidor de insumos para a produção de aço.

"Seguindo uma rota oposta dos bancos centrais da maior parte dos países, o Banco Popular da China está sinalizando que usará mais ferramentas de política monetária para estimular a economia e impulsionar a expansão do crédito. O movimento reacende a demanda do minério de ferro", comentou Antônio Sanches, especialista da Rico Investimentos.

Demais colaborações positivas ao Ibovespa ficaram praticamente concentradas nas fortes altas do varejo. Com crescimento de 7,13%, a Magazine Luiza fechou o pregão entre as empresas mais negociadas. A Americanas subiu 9,90%. A Via Varejo, 6,67%.

A alta do varejo reflete a queda dos juros. Os contratos de juros DI (Depósitos Interbancários) para 2023, referência para financiamentos realizados neste ano, cederam 0,05 ponto percentual, para 12,03% ao ano. Os juros DI para 2025 caíram 0,2 ponto percentual, a 11,27% ao ano.

Jansen Costa, sócio-fundador da Fatorial Investimentos, diz que agradou ao mercado a fala de Lula sobre não haver problemas em fazer aliança com Alckmin. "A fala agrada e o aproxima do mercado", comentou o analista.

Virgílio Lage, especialista da Valor Investimentos, rebaixou, porém, o peso das declarações do ex-presidente no desempenho dos mercados. Ele avalia que a estabilização do cenário político com vistas para as eleições tende, de fato, a diminuir a percepção de risco para investimentos estrangeiros. Mas considera que isso está ocorrendo porque a Bolsa está barata.

"O Lula não foi o principal fator. O principal é que os países emergentes, principalmente o Brasil, estão entre as Bolsas mais baratas do mundo", comentou Costa. "Os investidores internacionais entendem que a crise política teve uma trégua por conta das eleições e isso ajudou o Brasil a ficar um pouco menos arriscado para investimentos."

No cenário internacional, o mercado de ações nos Estados Unidos fechou em queda.

O índice de referência S&P 500 caiu a 0,97%. Dow Jones e Nasdaq cederam 0,96% e 1,15%, respectivamente.

Balanços positivos de grandes bancos geraram algum ânimo no início da sessão, mas não evitaram mais um dia de quedas em Wall Street.

Especulações sobre um aumento mais acentuado do que o esperado dos juros da economia americana pelo Fed (Federal Reserve, o banco central dos EUA) preocupam investidores, segundo a agência Bloomberg.

Há sinais de que os investidores do varejo, que foram importantes para o crescimento do mercado americano em 2021, estão menos interessados nas ações de tecnologia, disseram analistas da Vanda Research ao Wall Street Journal.

Esses investidores individuais estão buscando proteção em ações de empresas financeiras e de energia.

O cenário de juros elevados é desfavorável para empresas em formação de caixa, que dependem de crédito, como ocorre com muitas companhias pequenas e médias listadas na Nasdaq.

O petróleo permaneceu no maior nível desde outubro de 2014. O barril do Brent subiu 0,21%, a US$ 87,69 (R$ 482,04).

Além de conflitos pontuais no Oriente Médio, a expectativa de desaceleração da produção de petróleo cresce em meio a uma ameaça de invasão da Ucrânia pela Rússia, um dos maiores produtores de petróleo cru no mundo, destacou a Genial em seu boletim matinal.

Em meio a um cenário de preços elevados, produtoras independentes, como 3R, PetroRio e Petroreconcavo são os principais nomes a se beneficiarem do cenário de preços mais altos.

Já a Petrobras corre o risco de não poder se dar a esse luxo, pois a cotação do combustível em níveis elevados é algo indesejável em um ano eleitoral, afirmou a Genial.

As ações da estatal caíram 0,47%, ficando entre as maiores contribuições negativas ao Ibovespa nesta sessão.