|
  • Bitcoin 185.117
  • Dólar 5,0293
  • Euro 5,2913
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 27/02/2022, 14:00

Blake Lively e Ryan Reynolds vão doar até R$ 5 mi para refugiados ucranianos

PUBLICAÇÃO
domingo, 27 de fevereiro de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

CAMPINAS, SP (FOLHAPRESS) - O casal de atores Blake Lively e Ryan Reynolds resolveu se engajar com a ajuda humanitária dedicada aos refugiados ucranianos. De acordo com a ONU (Organização das Nações Unidas), 368 mil pessoas já saíram do país europeu desde a invasão russa ao país, ocorrida na última quinta-feira (24).

Os atores anunciaram em seus perfis nas redes sociais que, em uma tentativa de motivar os seguidores a ajudarem os ucranianos, eles iriam combinar as doações em até US$ 1 milhão (cerca de R$ 5 milhões). No Twitter, os dois retuitaram a publicação do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados dos EUA, que informava o compromisso deles.

"Em 48 horas, inúmeros ucranianos foram forçados a fugir de suas casas e ir para países vizinhos. Eles precisam de proteção. Quando você doar, nós igualaremos até US$ 1 milhão, criando o dobro do suporte", escreveu o protagonista de Deadpool.

Dessa forma, a cada valor doado, os atores garantem que vão combinar e duplicar o que foi contribuído. Então, se alguém doar US$ 1, eles também vão doar US$ 1.

Além de Lively e Reynolds, outros famosos também criticaram a guerra na Ucrânia. A atriz Hayden Panettiere, 32, chamou de "vergonha absoluta" o ataque russo à Ucrânia e afirmou que está rezando por sua família e amigos no país europeu, e que gostaria de estar lá para lutar com eles. Já o ator Sean Penn, 61, que está gravando um documentário no país, definiu a guerra como um "erro brutal" e se solidarizou pelo momento que os ucranianos estão passando.

Também já se pronunciaram o ator Mark Ruffalo, o cantor The Weeknd e artistas brasileiros como Marcos Pasquim, Luciano Huck, Marcos Mion, Zélia Duncan, Thammy Miranda e Giovanna Ewbank.

*