|
  • Bitcoin 145.360
  • Dólar 4,8196
  • Euro 5,1601
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 21/03/2022, 15:03

BBB 22: Médica, Laís atuou contra Covid e perdeu o pai antes do programa

PUBLICAÇÃO
segunda-feira, 21 de março de 2022

LEONARDO VOLPATO
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Laís Caldas, 30, chegou tímida, mas logo entrou no jogo. Brincou, brigou, se apaixonou, criou estratégias, fez alianças e viu seus amigos saírem, um por um, do Big Brother Brasil 22 (Globo). Com toda a dinâmica, pouco se percebeu o momento difícil que a médica vivia antes de ser confinada para o reality.

"Ela entrou emocionalmente prejudicada", afirma a irmã da sister, Nara Gabriela Rodrigues Caldas, 36, ao recordar a morte do pai, ocorrida em dezembro passado. "O luto é diário e estamos passando pela pior dor de nossas vidas. Mas nós estamos orgulhosos da Laís, como sempre fomos".

Seu Augusto sempre foi a maior inspiração da filha Laís. Foi por causa dele que ela resolveu estudar medicina. O profissional foi um dos primeiros médicos a chegar em Crixás, cidade goiana onde as Laís e Nara nasceram e que conta com cerca de 17 mil habitantes.

"Ele era um excelente profissional e um paizão apaixonado pelas filhas e pela vida. Sempre muito protetor, assim como a nossa mãe [Cleusânia], uma mulher guerreira, amorosa e de muita fé. Nós fomos criadas com os pés no chão e nosso lar sempre foi cheio de amor, respeito e empatia pelo próximo", conta a irmã.

Laís, que se formou em uma faculdade de João Pessoa (PB), aprendeu com o pai muito sobre o trabalho de clínico geral, estando preparada para resolver de uma fratura simples a um trabalho de parto. Vaidosa, no entanto, a sister resolveu se dedicar à área da dermatologia.

Mas isso não a impediu de atuar na linha de frente durante a pandemia, afirma sua irmã. Atuou no hospital do seu próprio pai, localizado ao lado do terreno de sua família. Uma escada dá acesso da casa ao hospital, o que ajudou muito Laís nos plantões nas madrugadas.

"A maioria das pessoas na nossa cidade e região já foram atendidas pela Laís e têm muita gratidão pela profissional e pessoa amorosa que ela é", afirma Nara, que afirma que a irmã sempre soube reconhecer seu privilégio e dá muito valor a tudo o que tem.

"A Laís sempre foi muito alegre, contagiante, inteligente e divertida desde criança. Sempre gostou de estudar, de fazer amizade e de acolher a todos. Nunca deu trabalho aos meus pais. Laís é o nosso trenzinho da alegria", derrete-se Nara.

Mas quais seriam os planos de Laís para o prêmio de R$ 1,5 milhão do BBB 22, a irmã afirma que parte deve ser usado para ajudar animais abandonados, caso a médica vença o reality. Além de continuar investindo em sua profissão e constituir sua própria família, diz Nara.

"Sonhos, ela tem vários! Sonhar é viver e isso ela faz muito bem. Ser famosa será uma consequência do caminho que ela escolheu. Afinal, quem hoje em dia que acompanha o BBB 22 irá esquecer do mulherão que é a Laís? (risos)", brinca a irmã.

ORGULHO DELA NO JOGO E ALFINETADA EM ARTHUR

Laís está fazendo sua estreia no Paredão do BBB 22 nesta semana, disputando a preferência do público com Eliezer e Douglas, e tem se mostrado preocupada após alguns embates com Arthur Aguiar. Nara, irmã de Laís, fica na torcida pela sister e diz que a família já a vê como campeã por ter entrado no programa.

"Infelizmente, muitos confundem vida real com jogo. Desde a primeira semana, já se percebe um favoritismo. Perfis de fofoca colaboram muito com isso também e há um efeito manada. Ser contra o 'pãozinho' é estar com o pé fora da casa", diz ela em referência a Arthur, que já foi criticado pela esposa, Maíra Cardi, por comer pão na casa.

"Eu e tantas outras pessoas, sinceramente, não entendemos o porquê de os participantes não poderem jogar contra ele dentro da casa que são cancelados aqui fora", emenda ela que diz ver a irmã com os nervos à flor da pele com as situações de confronto na casa. "Essas coisas não fazem parte da rotina da Laís aqui fora. Ela é nosso amor, nosso bebêzão, nossa menina/mulher. Quem convive, se apaixona".

Atualmente, Laís conta com mais de 1,2 milhão de seguidores nas redes sociais. A maioria é de fãs da médica, mas sempre há comentários ruins de pessoas que usam desse espaço para ofender ou criticar. Mas, segundo a família dela, isso não preocupa.

"O problema do mundo é a falta da liberdade de expressão, de ser o que deseja ser. Hoje em dia, tudo é motivo para esse tal cancelamento. As pessoas vão perdendo a noção de empatia. A Laís tem o coração gigante e o mais importante, tem Deus ao seu lado. Ela é forte e receberá amor dos familiares, amigos e milhares de fãs que conquistou com o seu jeito Lala de ser", encerra Nara.