|
  • Bitcoin 148.295
  • Dólar 4,8801
  • Euro 5,1549
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 30/03/2022, 16:23

Ataques a civis e a hospitais na Ucrânia podem configurar crimes de guerra da Rússia, diz Bachelet

PUBLICAÇÃO
quarta-feira, 30 de março de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Rússia pode ter cometido crimes de guerra ao matar civis e destruir hospitais em ataques a cidades ucranianas, disse Michelle Bachelet, principal autoridade de direitos humanos da ONU, nesta quarta-feira (30), em discurso no Conselho de Direitos Humanos do órgão.

"Casas e prédios administrativos, hospitais e escolas, estações de água e sistemas de eletricidade não foram poupados", disse ela. "Ataques indiscriminados são proibidos pelo Direito Internacional Humanitário e podem constituir crimes de guerra."

Bachelet disse que seu escritório recebeu denúncias de que forças russas usaram munições de dispersão, em que fragmentos de balas tomam rotas indiscriminadas, pelo menos 24 vezes. O órgão também investiga o uso de munição de dispersão por parte da Ucrânia.

Segundo ela, seu escritório, onde trabalham 60 observadores da ONU, registrou 77 episódios em que instalações médicas foram danificadas, incluindo 50 hospitais.

Em seu discurso, Bachelet também expressou preocupação com os vídeos que circulam em redes sociais mostrando interrogatórios de prisioneiros de guerra por forças ucranianas e russas.