|
  • Bitcoin 125.490
  • Dólar 5,0798
  • Euro 5,2519
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 10/03/2022, 14:21

Associação de restaurantes diz que tirar estrogonofe de cardápio é xenofobia

PUBLICAÇÃO
quinta-feira, 10 de março de 2022

JOANA CUNHA
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O protesto de alguns bares e restaurantes que decidiram tirar estrogonofe e vodca do cardápio para se posicionar contra a invasão da Ucrânia foi contestado pela Abrasel, associação que reúne estabelecimentos em todos os estados.

A entidade diz que se posiciona contra a guerra e que o setor deve se opor ao conflito, mas tendo cuidado para não ajudar a estimular o ódio.

Para a Abrasel, a ideia de apagar receita e ingrediente russo do cardápio pode até ter boa intenção, mas em nada contribui para as vítimas da guerra e ainda fomenta xenofobia contra o povo russo.

A entidade afirma também que os bares e restaurantes são ambientes democráticos e não palco para o preconceito. ​

O Bar da Dona Onça, no centro de São Paulo, foi um dos que suspenderam a oferta do estrogonofe, mas depois voltou atrás. O Empório Manuel, no Itaim Bibi, mudou o nome do prato para Picadinho Manuel. No Piselli, o drinque moscow mule passou a ser chamado de Kiev mule.