|
  • Bitcoin 147.382
  • Dólar 4,9212
  • Euro 5,1985
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 24/02/2022, 17:09

Arcebispo da Igreja Ucraniana convoca brasileiros para dia de orações e diz que situação é 'dramática'

PUBLICAÇÃO
quinta-feira, 24 de fevereiro de 2022

MÔNICA BARGAMO
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O arcebispo metropolita Dom Volodemer Koubetch, da Igreja Católica Ucraniana no Brasil, diz que a guerra declarada pela Rússia à Ucrânia afeta diretamente todos os ucranianos espalhados ao redor do mundo, inclusive os que estão no Brasil.

"Parece-me que a palavra tristeza corresponde muito bem ao que a nação ucraniana e o povo ucraniano estão sentindo neste momento. É tristeza, mas é medo, é angústia e é incerteza", afirma Dom Volodemer.

O arcebispo metropolita está à frente da Metropolia Católica Ucraniana São João Batista, igreja-mãe da denominação no país, localizada em Curitiba. Ele participou nesta quinta-feira (24) de uma reunião com outras lideranças religiosas para discutir a realização de um dia de orações pela paz na Ucrânia. A convocação deve ser feita para o próximo domingo (27).

Na semana passada, o presidente Jair Bolsonaro (PL) fez uma visita a Moscou e disse que o Brasil "é solidário" à Rússia, sem especificar a que aspecto manifestava solidariedade.

Questionado sobre o episódio, o arcebispo afirma que a palavra "solidariedade" não era adequada à situação. "É claro que a comunidade ucraniana ouviu isso com muita tristeza e revolta", afirma Dom Volodemer.