|
  • Bitcoin 99.450
  • Dólar 5,2299
  • Euro 5,4781
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 08/03/2022, 11:26

Apresentador de afiliada da Record deixa programa ao vivo após acusação de mulher

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 08 de março de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O apresentador Daniel Santos, da RicTV (afiliada da Record no Paraná), deixou o comando do programa Balanço Geral nesta segunda-feira (7) após ser denunciado por uma mulher na delegacia da cidade. Santos precisou ser substituído pelo apresentador Guilherme Rivaroli, que explicou a mudança ao vivo no programa, o qual já havia começado no momento do recebimento da denúncia.

"Hoje, cinco minutos depois desse programa entrar no ar, a RicTV foi comunicada que uma mulher estava na Delegacia da Mulher para fazer um boletim de ocorrência contra o apresentador Daniel Santos, que começou a substituir o Jasson Goulart durante o período de férias do nosso apresentador titular", disse Rivaroli.

"Diante dessa denúncia e certa que ela precisa ser esclarecida de forma a não deixar dúvidas, a RicTV me chamou para assumira a apresentação do programa na edição de hoje. A RicTV declara que é expressamente contra qualquer tipo de violência, em especial contra a mulher", concluiu, acrescentando que os desdobramentos do caso estão sendo acompanhados pela emissora, que comunicará aos seus telespectadores de forma transparente o que ocorreu.

Em resposta, Daniel Santos escreveu nas redes sociais que "Ninguém atira pedra em árvore que não dá frutos... A verdade sempre prevalece. Em breve estarei esclarecendo as 'especulações'".

Algumas horas depois, em seu Instagram, ele publicou uma nota à imprensa assinada pelo advogado Ygor Salmen. Nela, afirma-se que Santos e seus familiares estão sendo "perseguidos" e são vítimas de "diversos crimes praticados por uma pessoa mal-intencionada".

"Refutamos com veemência todas as acusações caluniosas, existindo vasto material probatório que comprova a sua conduta ilibada. Temos a plena convicção do reconhecimento, em breve, da inocência do jornalista [...]", diz a nota, acrescentando que o acusado e seu representante confiam nas autoridades responsáveis.