|
  • Bitcoin 124.800
  • Dólar 5,1585
  • Euro 5,3214
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 11/03/2022, 22:42

Anvisa recebe pedido para uso da CoronaVac em crianças de 3 a 5 anos

PUBLICAÇÃO
sexta-feira, 11 de março de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) informou que recebeu na noite desta sexta-feira (11) o pedido do Instituto Butantan para que a vacina CoronaVac, que imuniza contra a covid-19, seja autorizada a ser aplicada em crianças de 3 a 5 anos.

De acordo com a agência, a análise técnica será feita "de forma rigorosa e com toda a cautela necessária para esse público específico".

A Anvisa terá o prazo de sete dias, a contar a partir de segunda-feira (14), para informar se a CoronaVac está apta ou não a ser imunizante para essa faixa etária.

O uso da vacina da Pfizer para o público infantil de 5 a 11 anos foi liberado pela Anvisa em dezembro, mas a aplicação começou um mês mais tarde —em crianças com comorbidade.

O Ministério da Saúde postergou o início da campanha de imunização dessa faixa etária e chegou a abrir consulta pública a leigos sobre o tema. O próprio presidente Jair Bolsonaro (PL) chegou a se posicionar contra a vacinação de crianças em diversas ocasiões.

A CoronaVac foi aprovada para quem tem mais de 6 anos em janeiro —em seguida, o estado de São Paulo ampliou a imunização deste público. O ministério demorou a anunciar intenção de compra e os outros estados tiveram de usar o resto do estoque, guardado, para agilizar as aplicações.

A Anvisa garante que todas as vacinas aprovadas têm eficácia e segurança comprovada e diz que pais não devem temer nem escolher vacinar suas crianças —a menos que haja recomendação médica.