|
  • Bitcoin 148.295
  • Dólar 4,8801
  • Euro 5,1549
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 26/02/2022, 18:11

Alemanha está disposta a limitar acesso da Rússia ao Swift, dizem ministros

PUBLICAÇÃO
sábado, 26 de fevereiro de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Alemanha disse neste sábado (26) que está disposta a aceitar uma limitação "focalizada e funcional" do acesso da Rússia ao sistema de conexão interbancária Swift em represália à invasão da Ucrânia.

"Estamos trabalhando para limitar os danos colaterais de uma exclusão do sistema Swift, para que afete as pessoas certas", disseram em um comunicado conjunto os ministros alemães Annalena Baerbock, de Relações Exteriores, e Robert Habeck, de Economia.

A Ucrânia pede a expulsão da Rússia do Swift, mas países da União Europeia, como Alemanha ou Hungria, expressaram dúvidas até agora, por temores que essa medida provoque problemas na entrega de gás russo.

O Swift (Sociedade de Telecomunicações Financeiras Interbancárias Mundiais) é uma rede de comunicação que permite transações entre instituições financeiras de forma rápida e segura.

Segundo o site da associação nacional russa Rosswift, a Rússia é o segundo depois dos Estados Unidos em número de usuários do sistema, com 300 bancos e instituições-membros.

Concretamente, esse sistema permite a uma nação como a Alemanha, por exemplo, pagar eletronicamente suas compras de gás russo.

Terceiro pacote de sanções A União Europeia está em negociações sobre um terceiro pacote de sanções à Rússia, disse um diplomata do bloco de países à Reuters neste sábado.

Não ficou imediatamente claro se essa nova rodada incluirá medidas que afetam o acesso da Rússia ao Swift.