Agência europeia aprova vacina contra Covid para crianças de 5 a 11 anos


SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) aprovou nesta quinta-feira (25) a vacina da Pfizer contra a Covid-19 para crianças com idades entre 5 e 11 anos, uma decisão que ajudará a acelerar a luta contra o vírus no momento em que a pandemia avança na Europa.

A EMA anunciou que um painel de especialistas "recomendou ampliar a indicação da vacina Comirnaty para incluir as crianças de entre 5 e 11 anos", afirmou a agência, ao citar o nome comercial do imunizante.

A vacina de RNA mensageiro já havia sido autorizada em adolescentes a partir de 12 anos nos 27 países da União Europeia (UE).

Fora da Europa, o imunizante da Pfizer já foi aprovado para crianças de 5 a 11 anos em países como Estados Unidos, Israel e Canadá.

As crianças desta faixa etária receberão um terço da dose aplicada nas pessoas mais velhas, em duas doses com três semanas de intervalo, explicou a agência europeia.

A vacina demonstrou eficácia de 90,7% em um teste com 2.000 crianças nesta faixa etária.

Os efeitos colaterais foram classificados como "leves a moderados". Podem durar alguns dias e se apresentam como dor localizada na área da inoculação, fadiga, dor de cabeça e/ou musculares ou resfriado.

Desta maneira, a EMA "concluiu que os benefícios da Comirnaty em crianças de 5 a 11 anos superam os riscos, particularmente entre aqueles com comorbidades que podem aumentar o risco de contrair uma forma grave de covid-19", de acordo com o comunicado.

A EMA autorizou quatro vacinas contra a covid para a população em geral: as da Pfizer e Moderna, de RNA mensageiro, e as da AstraZeneca e Johnson & Johnson, que utilizam a técnica de "vetor viral não replicante", baseada em adenovírus.

Embora a aprovação final dependa da Comissão Europeia, normalmente se segue as recomendações da EMA e uma fonte da UE disse à Reuters que a decisão provavelmente viria na sexta-feira.

"A recomendação de hoje (...) é clara que a vacina BioNTech-Pfizer é segura e eficaz para crianças pequenas e pode oferecer proteção adicional", disse a comissária de saúde da UE, Stella Kyriakides, no Twitter.

Os países não poderão começar a implantar as vacinas entre as crianças mais novas até o mês que vem. A primeira remessa da versão de baixa dosagem para crianças será entregue em 20 de dezembro, disse uma porta-voz da BioNTech.

A UE junta-se a um número crescente de países que aprovaram vacinas para crianças na faixa etária dos 5 aos 11 anos e mais jovens.

Dezenas de milhões de crianças nesta faixa etária serão elegíveis para a vacina na UE. A Alemanha receberá 2,4 milhões de doses com o primeiro carregamento, o suficiente para inocular aproximadamente metade das crianças do país com idade entre 5 e 11 anos, afirmou a porta-voz da BioNTech.

Para injeções pediátricas, o regulador norte-americano autorizou uma nova versão da vacina, que usa uma nova solução tampão e permite que sejam armazenadas em geladeiras por até dez semanas.

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo