288 municípios paulistas não registraram óbitos por Covid-19 na última semana


ISABELA PALHARES
ISABELA PALHARES

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Nos últimos sete dias, 288 municípios paulistas não registraram nenhuma morte por Covid-19.

Segundo o governo estadual, a ausência de óbitos em 44% das 645 cidades de São Paulo é resultado do avanço da vacinação. São Paulo já tem metade da população adulta imunizada com ao menos uma dose.

"A vacinação, além de diminuir as internações, também está reduzindo o número de mortes em São Paulo. Quase metade das cidades do nosso estado, 288 municípios, não registraram nenhum óbito na última semana, o que também é fruto da vacinação", disse vice-governador, Rodrigo Garcia (DEM), nesta quarta (21).

O estado também registra a menor taxa de internação do ano. Nesta quarta, 60,19% dos leitos de UTI estavam ocupados em São Paulo. São 6.920 pacientes nessas unidades --metade do que foi registrado em abril, no pico da pandemia quando havia mais de 13 mil pessoas internadas.

Há mais de um mês o estado de São Paulo tem registrado queda nos três indicadores da pandemia. O número de casos, internações e óbitos segue em constante diminuição nas últimas seis semanas.

A preocupação no momento é com o aumento de casos registrados da variante delta do coronavírus pelo país. Pesquisas indicam que ela apresenta nível de transmissibilidade cerca de 50% maior do que as linhagens anteriores do vírus. E que as vacinas usadas hoje contra a Covid-19 têm menor resposta neutralizante nesta cepa.

Apesar da queda nos indicadores, o governo não informou se deve decretar o fim da fase de transição em 31 de julho. Segundo Garcia, as medidas estão em discussão e serão anunciadas na próxima semana.

Atualmente, o toque de recolher continua funcionando das 23h às 5h no estado. Comércio e serviços também têm restrições, podendo atender até 60% da capacidade e até as 23h.

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo