Imagem ilustrativa da imagem Psicologia da UEL atende pessoas em luto por causa da Covid
| Foto: iStock

As pessoas em luto por causa da pandemia de coronavírus podem receber atendimento psicológico por meio do Projeto Suporte Psicológico Covid-19, da UEL (Universidade Estadual de Londrina). É preciso realizar agendamento pelo telefone (43) 99625- 5345. Conforme Gabriela Sabino e Vanessa Ximenes, psicólogas que atuam no projeto, durante a pandemia, a vivência do luto torna-se peculiar por causa de alguns aspectos como a morte ocorrida de maneira abrupta; a separação das famílias do enfermo e, muitas vezes, ficar sem notícias; e limitação ou ausência dos rituais de despedida – velório, enterro, missa e culto – por causa da transmissão do vírus. “Todas essas características tendem a agravar a condição emocional das pessoas”, afirmam.

Conforme as profissionais, a psicologia se baseia em evidências científicas para contribuir com o bem-estar e a saúde emocional das pessoas. “A psicoterapia pode contribuir com questões relacionadas à pandemia e auxiliar na identificação de estratégias para lidar com o isolamento, o diagnóstico da doença, os sentimentos de ansiedade e tristeza, os cuidados com a família, a sobrecarga emocional e o impacto da ausência de uma pessoa importante”, destacam as especialistas.

QUATRO ETAPAS

O luto envolve quatro etapas. A primeira é o entorpecimento ou choque, seguido de anseio e busca pela pessoa perdida. Na sequência está a fase de desorganização e desespero. Por último, a reorganização e recomeço. No entanto, as fases não são estanques. “Podem ocorrer simultaneamente e voltar a acontecer por diversas vezes durante todo o período do luto. Isso é, o processo de luto não é linear e sequencial”, apontam as psicólogas.

A psicóloga especialista em luto Nione Torres, que também integra o projeto da UEL, explica que cada pessoa vive o luto de modo único, apresentando reações emocionais e físicas que, apesar de desconfortáveis, são essenciais para o enfrentamento da situação. Ela cita sentimentos como tristeza, desespero, negação, raiva, culpa, alívio, saudade e choque.

Entre as reações físicas, as pessoas em luto podem apresentar agitação, dores, insônia, entorpecimento, perda de apetite, náusea, tensão muscular, problemas gastrointestinais, dores de cabeça e a sensação de pânico. Essas reações podem variar conforme a pessoa. “Durante esse processo, o apoio de familiares e amigos é fundamental para que a pessoa reencontre um sentido para viver”. (Com informações da Agência UEL)

SERVIÇO - Informações sobre o projeto no Instagram - @psicouel.covid