Os moradores de Nova América da Colina (25km de Cornélio Procópio), no Norte Pioneiro, não puderam acompanhar a sessão da Câmara Municipal marcada para a noite da última segunda-feira (9), a única da semana. Cinco dos nove vereadores não compareceram e o presidente do Legislativo, Jorge Lopes da Silva (PROS), teve que cancelar o encontro. Segundo a ata disponível no Portal de Transparência, a decisão foi tomada em atendimento ao regimento interno.

Imagem ilustrativa da imagem Vereadores faltam e sessão de Câmara no Norte Pioneiro é cancelada
| Foto: Liz Sayuri - 05/06/2014

No entanto, o debate poderia ter acontecido, isso porque a mesma legislação determina que as sessões serão abertas com, no mínimo, um terço dos membros, ou seja, três dos nove parlamentares. Além do presidente, foram até a Câmara os vereadores Darci Aparecido de Oliveira David, Rosângela de Faria Siviero e Moizés Bezerra de Melo Neto. "Você está certo, realmente daria para realizar a reunião. Mas foi uma exceção. Não tinha acontecido esse ano da maioria faltar de uma vez", disse Silva ao ser questionado pela FOLHA.

O vereador explicou que não havia projetos na pauta, mas uma proposta da prefeitura chegou de última hora. "Como não passou pelas comissões, nem pudemos debater", comentou. Silva frisou que o episódio da ausência em massa dos parlamentares foi inédito neste ano. "Até fiquei surpreso. Perguntei o que tinha acontecido e vi as mensagens deles se justificando no nosso grupo do WhatsApp", avaliou.

O que dizem os citados

A FOLHA procurou cada um dos vereadores que não registraram presença na Câmara de Nova América da Colina. Os motivos são os mais variados. Davi José Teixeira, por exemplo, alegou compromissos privados, sem revelar o que de fato o impossibilitou a comparecer ao trabalho. "Tive um problema particular e não pude ir", limitou-se a dizer.

Grávida, Henriqueli Campos justificou que não foi à sessão porque sentiu algumas dores. "Estou de sete meses, com previsão para ganhar meu filho em outubro. Justifiquei do jeito certo. Assim que me recuperar, volto pra Câmara". A reportagem ligou duas vezes para o celular de Alex Félix Rabelo, que só deu desligado.

Bruno Alves da Silva argumentou que não compareceu por causa do segundo trabalho. "Sou funcionário do município, atuo como motorista da prefeitura. Viajei pra longe e não deu tempo de voltar". A FOLHA questionou qual era a cidade em que ele estava, mas o político preferiu não revelar. "Depois vou pedir pra te mandarem o diário de bordo", indicou.

Sem esconder a sinceridade, José Carlos Bezerra de Melo admitiu que não participou da sessão por conta da festa de aniversário do filho. "Em quatro anos, nunca tinha faltado. Ano passado não pudemos comemorar porque ele pegou Covid-19. Não tenho dúvidas de que fiz a escolha certa", finalizou.

Na opinião do presidente, o comportamento dos colegas de Câmara não é o mais adequado. "Não concordo com essa posição. Não é a conduta certa. Você chega na reunião e fica surpreso com essas justificativas. Cada um é responsável pelos seus atos", concluiu Jorge Lopes da Silva.