Apenas três dos oito candidatos ao governo do Paraná concentram 94,4% dos R$ 108 milhões previstos em gastos de campanha para 2014. Beto Richa (PSDB), Gleisi Hoffmann (PT) e Roberto Requião (PMDB) declararam à Justiça Eleitoral que podem investir na corrida ao Palácio Iguaçu até R$ 102 milhões.
Os dados foram divulgados ontem pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Paraná. As informações deviam ser entregues à Justiça Eleitoral até as 19h de anteontem, fim do prazo para registro de candidaturas, junto com certidões, declaração de bens e a proposta de governo.
De acordo com o tribunal, Beto e Gleisi preveem um teto de gastos de R$ 36 milhões cada um. Requião vem em seguida, com máximo estipulado em R$ 30 milhões. Os três candidatos são os únicos que concorrem em coligação com outros partidos.
Ainda de acordo com o TRE, o PRP prevê investir na campanha de Ogier Buchi R$ 2,5 milhões; Geonísio Marinho (PRTB) calcula o teto em R$ 2 milhões; Túlio Bandeira (PTC), R$ 1 milhão; Bernardo Pilotto (PSOL), R$ 500 mil; e Rodrigo Tomazini (PSTU); 25 mil. As previsões são um teto máximo, mas que não precisam ser atingidos e, comumente, são superestimados garantindo uma margem de segurança, já que não podem ser ultrapassados.
Além da previsão de gastos, a FOLHA tentou obter as declarações de bens feitas à Justiça Eleitoral. Dos oito procurados, apenas Marinho afirmou ter declarado uma casa de R$ 200 mil. Pilotto se comprometeu a encaminhar os dados por e-mail, mas as informações não haviam chegado até o fechamento.

Corrida presidencial
Os 11 candidatos registrados para concorrer à Presidência da República estimam investir R$ 1,09 bilhão na campanha. Os campeões de gastos são a presidente Dilma Rousseff (PT), com R$ 298 milhões para a reeleição; Aécio Neves (PSDB), com previsão de R$ 290 milhões; e Eduardo Campos (PSB), com R$ 150 milhões (confira no quadro).
Os dados ficarão disponíveis no sistema DivulgaCand, acessível pelo endereço www.tse.gov.br, clicando no menu "Eleições" e, em seguida, "Eleições 2014". As informações dos candidatos a presidente já estão disponíveis, assim como os de alguns estados.
Até o fechamento da edição, as informações dos candidatos paranaenses não haviam sido inseridas no sistema. A assessoria de imprensa do TRE do Paraná informou que os dados devem estar disponíveis entre hoje e amanhã.

Imagem ilustrativa da imagem Três candidatos juntos preveem gastos de R$ 102 mi na campanha