|
  • Bitcoin 102.839
  • Dólar 5,3317
  • Euro 5,5605
Londrina

Política

m de leitura Atualizado em 07/06/2022, 19:43

TRE-SP barra mudança de domicílio de Moro e complica candidatura

Ex-juiz havia decidido alterar documentação de eleitor em março, quando trocou o Podemos pelo União Brasil

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 07 de junho de 2022

Folhapress
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

O TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral) de São Paulo decidiu nesta terça-feira (7) rejeitar a mudança de domicílio eleitoral do ex-juiz Sergio Moro do Paraná para São Paulo. Ainda caberá recurso. Moro havia decidido alterar sua documentação de eleitor em março, quando trocou também de partido, saindo do Podemos e indo para a União Brasil.

Em abril, a Folha de S.Paulo mostrou que Moro iria apresentar à Justiça Eleitoral como provas de vínculo com São Paulo comprovantes de moradia em um hotel e em um flat da capital paulista. A defesa, à época, afirmou que o estado era seu hub em viagens.

O questionamento tinha sido apresentado pelo deputado federal Alexandre Padilha e pelo PT.

O advogado de Moro, Gustavo Bonini, disse na sessão que negar a transferência ao ex-juiz seria "um ataque à democracia" porque a jurisprudência da Justiça Eleitoral ao longo das últimas décadas respaldou alterações de domicílio como essa.

Bonini citou também a situação do pré-candidato ao governo Tarcísio de Freitas (Republicanos), que é criticado por adversários pela falta de vínculo com São Paulo.