|
  • Bitcoin 141.935
  • Dólar 4,8850
  • Euro 5,1568
Londrina

Política

m de leitura Atualizado em 26/04/2022, 18:22

Sesp aguarda aprovação de projeto na Câmara para construir novo batalhão da PM

Imóvel será erguido na avenida Saul Elkind, próximo ao cemitério Jardim da Saudade, zona norte

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 26 de abril de 2022

Rafael Machado - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

Depois de ser formalizado por meio de um decreto editado pelo governador Ratinho Jr. (PSD), o 30º Batalhão da Polícia Militar de Londrina necessita agora de um novo prédio. Após longas conversas entre prefeitura e Governo do Estado, ficou definido que o imóvel será erguido numa área de 6 mil metros quadrados localizada na avenida Saul Elkind, próximo ao cemitério Jardim da Saudade, zona norte.  

Terreno tem 6.318,79 metros quadrados e está localizado na avenida Saul Elkind Terreno tem 6.318,79 metros quadrados e está localizado na avenida Saul Elkind
Terreno tem 6.318,79 metros quadrados e está localizado na avenida Saul Elkind |  Foto: Roberto Custódio
 

De acordo com o deputado estadual Tiago Amaral (PSD), que encabeçou as discussões para o novo batalhão da PM, a Sesp (Secretaria Estadual de Segurança Pública) informou que só aguarda a aprovação de um projeto de lei na Câmara Municipal de Londrina para iniciar a construção do espaço militar.  

Enviada no final de março, a proposta do prefeito Marcelo Belinati (PP) não altera a doação da área ao Estado, o que já aconteceu em 2014. O texto apenas estipula o prazo máximo de dois anos para começo das obras a partir da publicação da lei.  

O vereador Fernando Madureira (PP), líder do prefeito no Legislativo, espera que a matéria seja aprovada com rapidez. “O Executivo reformulou o projeto para atender as necessidades da Polícia Militar, mas também deu esse tempo para que o terreno não fique inutilizado, como já ocorreu no passado. Às vezes o Estado pedia o local, mas ficava 10 anos largado”, explicou.  

 Na negociação com o governo estadual, a Prefeitura de Londrina abdicou de erguer o Restaurante Popular da região norte. Inicialmente, cogitou-se dividir a estrutura com o batalhão, mas a possibilidade foi descartada por ser praticamente inviável.  

Segundo Amaral, assim que a proposta for sancionada por Belinati, a Sesp se compromete a lançar a licitação dos projetos arquitetônicos e, na sequência, do prédio em si. “Como relator do Orçamento deste ano, reservei R$ 10 milhões que serão usados na construção. Tão logo o projeto esteja pronto, os recursos já poderão ser aplicados”, afirmou.  

O 30º Batalhão engloba o policiamento das regiões norte e oeste de Londrina, além de Ibiporã, Jataizinho, Bela Vista do Paraíso, Alvorada do Sul, Primeiro de Maio e Sertanópolis. 

Receba nossas notícias direto no seu celular, envie, também, suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link