Agência Estado
De Brasília
Maior partido de oposição, o PT começa amanhã o processo de escolha de seu novo líder na Câmara, o substituto do deputado José Genoino (SP). Os dois nomes mais cotados para substituir Genoino são Aloizio Mercadante (SP) e Walter Pinheiro (BA), o primeiro de tendência mais conciliadora, e o segundo mais radical.
‘‘A bancada quer buscar o consenso na escolha do novo líder’’, disse ontem Genoino. ‘‘Já somos minoria e se dividir ficamos fracos’’, argumentou. Os deputados da bancada não fazem previsões do que pode ser definido no dia 27, quando a bancada bate o martelo em relação ao novo líder e seus vice-líderes. Genoino rejeita a hipótese de que Pinheiro possa encontrar dificuldades porque a alagoana Heloísa Helena, da mesma tendência do colega (Democracia Socialista), já é líder do PT no Senado.
De acordo o vice-líder do PT na Câmara, deputado Geraldo Magela (DF), também não será levado em consideração o fato de Mercadante pertencer à tendência majoritária (Articulação Unidade na Luta). ‘‘Os dois candidatos têm a mesma legitimidade’’, defendeu Genoino, que deixará a liderança para lutar pela aprovação de seus projetos na Câmara, sem descuidar da eleição municipal em São Paulo.