|
  • Bitcoin 153.386
  • Dólar 5,0539
  • Euro 5,2599
Londrina

Política

m de leitura Atualizado em 26/03/2022, 11:57

PT aposta em crescimento de Lula no PR para pôr Requião no 2º turno

Presidente nacional do partido prega contra clima de "já ganhou" na corrida pelo Planalto

PUBLICAÇÃO
sábado, 26 de março de 2022

Diego Prazeres - Editor
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

O PT aposta no crescimento da candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva no Paraná para tentar reverter o histórico recente de derrotas do partido no Estado e colocar o ex-governador Roberto Requião no segundo turno da eleição estadual, e aí num cenário mais provável, contra o atual chefe do Executivo, Ratinho Junior (PSD). 

Imagem ilustrativa da imagem PT aposta em crescimento de Lula no PR para pôr Requião no 2º turno Imagem ilustrativa da imagem PT aposta em crescimento de Lula no PR para pôr Requião no 2º turno
|  Foto: Gustavo Carneiro - Grupo Folha
 

Presente na visita de Lula ao assentamento Eli Vive, no distrito de Lerroville, em Londrina, no último sábado (19), junto com outras lideranças petistas no Estado, a presidente nacional do partido, deputada federal Gleisi Hoffmann, disse crer numa “mudança de rumo” com a candidatura de Requião ao Palácio Iguaçu. 

“Primeiro, a gente não participa de uma campanha só por acreditar numa vitória. A gente participa, claro, buscando vitória, mas porque tem uma causa. E nós avaliamos que precisa mudar a política no Estado e principalmente no Brasil, não dá pra continuar no rumo em que nós estamos”, afirmou à FOLHA.

Requião, que se filiou ao PT semana passada, foi eleito três vezes governador quando ainda estava no atual MDB. Também é um histórico vitorioso que deve ser levado em conta, segundo avaliou o deputado federal Enio Verri (PT). Ele ainda considerou que com Lula crescendo nas intenções de voto no Paraná, estado que deu esmagadora vitória a Jair Bolsonaro (PL) em 2018, Requião naturalmente sobe. "São situações que nos levam a crer que o Requião vai para o segundo turno contra o governador (Ratinho Junior, PSD), e no cenário nacional nos leva a crer que no segundo turno o Lula estará no palanque do Requião já como presidente eleito. Isso muda radicalmente o cenário aqui", projetou. 

LEIA TAMBÉM:

Em Londrina, Lula evita pragmatismo em discurso para a militância
Com novas filiações, bancada do PSD na AL chega a 12 deputados

CAUTELA

A despeito da liderança de Lula nas principais pesquisas de intenção de voto para presidente, a deputada Gleisi Hoffmann tem pregado contra o clima de “já ganhou”. Ela disse que os bolsonaristas “vêm fortes” e engajou os partidários do PT a se mobilizarem pela vitória do ex-presidente. As recentes pesquisas têm mostrado que Lula continua na liderança, mas Bolsonaro tem diminuído a diferença. O levantamento do Datafolha divulgado na quinta-feira mostrou que o petista tem 43% das intenções de voto, contra 26% do presidente.

“Eles vêm fortes porque estão no governo, quem está sentado na cadeira da presidência da República tem força, tem caneta, solta dinheiro, estão fazendo isso. Além disso, tem a máquina de fake news. Então, temos que estar preparados, nossa militância tem que saber que o jogo vai ser pesado”, disse Gleisi à reportagem. 

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1.