O ex-prefeito César Maia, candidato do PTB à Prefeitura do Rio de Janeiro, comemorou hoje o apoio de lideranças tucanas à sua campanha. Na hora do almoço, em uma churrascaria na zona oeste do Rio, Maia recebeu o apoio do ex-governador Marcello Alencar, que foi um dos principais alvos de sua crítica quando Maia disputou a eleição para o governo do Estado do Rio, em 1996.
À tarde, na tradicional Confeitaria Colombo, no centro do Rio, o petebista – que já se comprometeu a apoiar a candidatura do presidenciável Ciro Gomes em 2002 – se reuniu com mais duas lideranças do PSDB. O senador Arthur da Távola e o deputado federal Ronaldo Cezar Coelho, que disputou a eleição para prefeito do Rio pelo PSDB, foram manifestar seu apoio a Maia.
Segundo a última pesquisa Datafolha, publicada ontem, Maia tem 37% das intenções de voto. Seu adversário, o atual prefeito Luiz Paulo Conde, do PFL, atingiu 48%. Maia criticou a pesquisa. ‘‘Nesse momento, a melhor hipótese a favor do Conde é o empate técnico’’, disse.
O petebista salientou, contudo, que todas as pesquisas a que teve acesso mostram que há uma tendência de crescimento de sua candidatura. ‘‘Se a curva de crescimento é maior ou menor, é uma discussão técnica’’, avaliou ele, atribuindo a aproximação entre ele e Conde ao tempo igual no horário eleitoral gratuito.