Agência Estado
De Brasília
O STF recebeu do procurador-geral da República, pela segunda vez, em menos de duas semanas, pedido para reabrir investigações sobre o deputado Vanderley Martins de Brito (PDT-RJ). O deputado está sendo investigado pela CPI do Narcotráfico na Câmara sob suspeita de prevaricação (uso do serviço ou dinheiro público para aplicação particular).
Na semana passada, Brindeiro enviou ao Supremo a continuação de inquérito para apurar ligações do deputado com o traficante Walter Gomes de Carvalho Filho. Já no parecer de Brindeiro enviado ontem, o procurador pede a reabertura de investigações para apurar se o deputado teria ou não praticado crime de prevaricação quando era delegado da Polícia Federal do Rio, em 1995. Com o parecer encaminhado ontem, o procurador pede a remessa dos autos à Superintendência da PF no Rio, no máximo, em 60 dias.