Para o candidato do PT Ângelo Vanhoni, a segurança pública e o combate à violência urbana são de responsabilidade não só da prefeitura, mas também do Estado. ‘‘Na nossa administração vamos recuperar o espaço público no centro e nos bairros. Para colocarmos isso em prática, adotaremos medidas simples e eficazes, como o programa ‘‘A Praça é do Povo’’, as ruas e praças com vigilância 24 horas. Para isto, serão usados os efetivos da Polícia Militar e da Guarda Municipal’’, explica.
Segundo Vanhoni, o objetivo é fazer com que o programa se torne um ponto de referência, onde o cidadão pode procurar informações, recorrer em momentos de perigo e relatar seus problemas. ‘‘Sob este ângulo, o treinamento e a formação dos guardas deve dar ênfase ao relacionamento com a população e aos direitos huumanos. Tornar, assim, a comunidade parceira da Guarda Municipal’’, alegou.
Ele defende ainda a melhoria da relação entre o município e as polícias Civil e Militar com a realização de fóruns e reuniões para discussão de políticas de prevenção e combate à criminalidade.
O candidato pretende criar os Conselhos de Segurança de Bairros que terão participação nas decisões da comunidade e atuação junto ao município e às polícias Civil e Militar. ‘‘O combate e a prevenção da criminalidade em Curitiba não pode ser feito independentemente da Região Metropolitana. Para resolver esta questão serão propostas parcerias com as prefeituras para a formação de consórcios de segurança pública’’, prega Vanhoni.