Números atualizados de distribuição de verba do fundo partidário


Reportagem Local
Reportagem Local

Números atualizados

Os valores de repasse do fundo eleitoral para os três deputados federais do PP que tentam a reeleição foram atualizados. Reportagem da FOLHA publicada na segunda-feira (24) mostrou que os 25 deputados paranaenses em busca de novo mandato na Câmara concentravam R$ 28 milhões. Do PP, Alfredo Kaefer aparecia com R$ 1,27 milhão, Osmar Serraglio, R$ 1,15 milhão, e Ricardo Barros, R$ 500 mil, deste fundão. Agora o Divulgacand do TSE atualizou dados da legenda em que Kaefer recebeu do diretório nacional do Partido Progressista o valor de R$ 1.517.550,00, Serraglio tem R$ 1.835.182,00 e Ricardo Barros aparece com R$ 1 milhão de verba do fundo especial. As verbas dos demais partidos seguem inalteradas.


Doação do imóvel aos artistas de rua

Foi aprovado na reunião da Comissão de Justiça, Legislação e Redação da Câmara de Vereadores o projeto de lei de autoria do Executivo Municipal que autoriza a doação de imóvel e permite o uso pela Associação dos Artistas de Rua de Londrina. O imóvel, localizado na avenida Duque de Caxias, foi ocupado pelos artistas há cerca de dois anos e vem sendo usado para a realização de eventos culturais. "Ficamos muito felizes porque estamos lá há dois anos, então a importância disso é conseguir esta permissão com o objetivo de ativar outras possibilidades de captação de recursos, sair de um nível de precariedade e de fato melhorar a infraestrutura que já melhorou bastante mas ainda tem a melhorar", afirma o professor universitário e produtor cultural Danilo Lagoeiro.

Curso de Transparência na Administração Pública

A Prefeitura de Londrina, por meio da Escola de Governo e Ouvidoria-Geral do Município (OGM), promove capacitação para a comunidade em "Transparência na Administração Pública - Municípios". As inscrições estão abertas desde esta segunda-feira (26) e terminam no dia 15 de outubro. O curso visa esclarecer a Lei 13.460/2017, que cria o Código de Defesa dos Usuários dos Serviços Públicos. A capacitação terá duração de 20 horas e será feita totalmente online, no ambiente virtual da Escola de Governo, com conteúdo totalmente elaborado pela OGM. As aulas têm início no dia 16 de outubro e as inscrições devem ser feitas no site da Escola de Governo (www.escoladegoverno.londrina.pr.gov.br).


MP abre inquérito contra Alckmin

O MP-SP (Ministério Público do Estado de São Paulo) instaurou nesta segunda-feira (24) inquérito contra o candidato à Presidência Geraldo Alckmin (PSDB) após reportagem da Folha de São Paulo mostrar que desapropriações em seu governo beneficiaram familiares. Governador de São Paulo por quatro vezes, Alckmin assinou dois decretos que levaram a desapropriações de terrenos envolvendo familiares. As medidas, editadas em 2013 e 2014, mencionam como proprietários Othon Cesar Ribeiro, sobrinho do tucano, e Juliana Fachada Cesar Ribeiro, hoje sua ex-mulher e mãe de seus quatro filhos, para a construção de uma rodovia em São Roque, a 70 km da capital paulista. Os decretos resultaram em ações judiciais de desapropriação. Alckmin afirmou, por meio de sua assessoria, que não interferiu no traçado do contorno de São Roque e que é "descabida e ofende o bom senso" a ideia de que o processo de desapropriação foi conduzido "apenas para beneficiar parentes do ex-governador".

Condenação de Vaccari
Em alegações finais, a força-tarefa da Operação Lava Jato pediu ao juiz federal Sérgio Moro que condene, mais uma vez, o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, desta vez, por corrupção passiva envolvendo supostos esquemas de desvios de contratos para o afretamento de navios sondas do grupo Jurong com a Petrobras, por intermédio da Sete Brasil. O ex-tesoureiro do PT foi preso no dia 15 de abril de 2015, por decisão de Moro, na 12ª fase da Operação Lava Jato. O petista foi absolvido duas vezes e condenado uma vez em segunda instância.


Continue lendo


Últimas notícias