A segurança pública é considerada pelo candidato do PT, Nedson Micheleti, um dos problemas mais importantes que deverá ser enfrentado pelo futuro prefeito de Londrina. Ele defende que a questão não deve ser tratada apenas pelo Estado, mas sim por toda a socidade. Na visão do petista, é importante que a busca de soluções seja integrada. ‘‘Atualmente, a violência é tratada como causa mas ela é, na realidade, consequência da exclusão social a qual milhares de cidadãos são submetidos diariamente’’, disse.
Nedson afirma que a prefeitura não só pode como deve interferir na questão da segurança pública, desenvolvendo projetos e programas que permitam à população o acesso à moradia, saúde, educação, lazer, emprego e cultura. ‘‘Enfim, a prefeitura deve desenvolver ações de promoção da cidadania que, comprovadamente, reduzem a criminalidade’’, explica.
O candidato afirma que, se for eleito prefeito de Londrina, a primeira ação que tomará na área de segurança será exigir a criação em Londrina do Comando de Policiamento do Norte do Paraná. ‘‘Absurdamente o Comando do Interior fica em Curitiba, centralizando as medidas da área. Vamos exigir o aumento do efetivo policial para o município e implantar o policiamento comunitário, envolvendo a Polícia Militar, Civil e a própria comunidade. A Polícia vai atuar com rigor combatendo a violência mas, principalmente, respeitando os direitos humanos’’, assegurou.
Nedson também destaca o combate ao tráfico de drogas e a recuperação dos dependentes químicos – problemas que estão presentes em praticamente todos os segmentos da sociedade londrinense. Justamente por isso, o tráfico deve ser tratado, segundo Nedson, como prioridade por todos os níveis de poderes.